4 de junho de 2008

Cafuné

Este post é especialmente dedicado a um amigo meu que, mesmo estando a precisar de um "cafunézinho", não sabe o que isso é... Ora para quem não sabe:

    1. Produzir estalidos na cabeça de alguém, imitando a morte de piolhos entre o pressionar das unhas.

    2. Acto de acariciar a cabeça de alguém para o adormecer, contemplar ou relaxar.

Para inspirar o pessoal a aderir à moda do cafuné (e entenda-se que não me refiro a catar piolhos, porque já me vi livre disso no momento em que deixei de dar aulas!), aqui vai uma musiquinha certaneja:


Mamãe Me Faz Um Cafuné



Eu hoje tive um dia cheio



Cê sabe bem como é que é



Corri, pulei o dia inteiro


Mamãe me faz um cafuné



A escola me deixou cansada


Um bom recreio quem não quer


E pra deitar bem sossegada


Mamãe me faz um cafuné


Eu hoje já fui todos os heróis


Gritei no pique-esconde


Quase que perdi a voz


O meu melhor momento


É sentir a tua mão


Bem pertinho do meu coração


Mamãe


Preciso tanto de um carinho teu


Mamãe


Cê sabe bem como é que é


Mamãe


Preciso tanto de um carinho teu


Mamãe


Vê se me faz um cafuné


:) O meu amigo cromo precisa de um cafuné da Mamãe, mas caros colegas cibernautas, um cafuné sabe melhor se não for da Mamãe!!!

4 comentários:

Verónica disse...

A palavra cafuné faz-me sempre lembrar uma das melhores coisas que os Gato fedorento fizeram, a entrevista ao Alberto João Jardim... Loool

Ianita disse...

Vai um cafunézinho? E olha que ele não diz que não!

Ti Anita disse...

A mim lembra-me os brasucas....

Ianita disse...

é um termo brasileiro, sim senhora!