10 de abril de 2009

Páscoa

Todas as Páscoas ouço a mesma história. Parece-me que já começa a ser tradição na minha família e eu sei que posso evitar ouvir sempre esta história, pelas mesmas palavras, mas eu cumpro sempre o meu papel e faço desencadear a dita cuja.
Tradicionalmente os padrinhos de baptismo e até os do Crisma dão um folar aos afilhados. Dantes era mesmo aquele bolo com o ovo cozido, depois as amêndoas, agora andamos na moda dos ovos de chocolate. Há quem dê prendas ou dinheiro ou afins.
Tradicionalmente os padrinhos davam o folar até ao casamento dos afilhados. Antigamente isso era cedo. Lá pelos 20 anos os padrinhos "viam-se livres" dos afilhados e de lhes ter de dar folar.
Ora, há já uns 10 anos que eu digo à minha madrinha que não preciso de folar. Mesmo. Não é só da boca para fora. Digo-lho com sinceridade. Então é assim...
A minha madrinha, irmã do meu pai, a mesma que me deu a ursa azul no dia em que nasci, vem cá a casa trazer o folar.
Eu - Obrigada madrinha, não era preciso.
Madrinha - Então, és minha afilhada. E eu é que pedi para ser tua madrinha.
Eu - Mas madrinha, já fiz 29 anos, já não tenho idade para receber folar.
Madrinha - Mas ainda não casaste!
Eu - Imagine que nunca me caso! Vai-me dar folar a vida toda?
Madrinha - Olha a tua tia Luz ainda hoje foi levar o folar ao teu primo Arnaldo. Ele já fez 52 anos, mas não é casado e a tua tia ainda lhe dá o folar! Um parzito de meias, mas dá.
Eu - Mas madrinha, não é preciso.
Madrinha - Enquanto eu puder, enquanto eu puder... nem que seja um par de meias! Enquanto não te casares dou-te o folar.
Esta conversa repete-se todos os anos, apenas mudando a minha idade, claro está. E eu já sei que se não puxar a conversa, não ouço a história do meu primo Arnaldo que ainda recebe folar da tia Luz, mas... Acho que até gosto e por isso é que todos os anos digo as mesmas coisas e ouço as mesmas coisas.
E pronto. Já recebi as minhas amêndoas e o guito que amanhã vai direitinho a uns quantos cds que já estão na listinha. E daqui lá ia ela para o baile. Com 65 anos, lá ia ela para o bailarico dos viúvos. As mulheres da minha família têm pelo na venta e isso é mesmo mesmo muito bom!

17 comentários:

Lita disse...

Fantástico!!!
A mim ninguém me deu folar, nem quando era solteira!!!! :)

lilipat2008 disse...

Estas histórias e tradições são sempre engraçadas...agora já não há, mas a minha mãe conta como quando ela era rapariga nova faziam, cá na terra, o jogo dos compadres. Todos os anos definiam os pares e o rapaz tinha de dar as amêndoas à rapariga e vice-versa.

E é natural que gostes...pelo menos tiras alguns cd's da lista...ehehe

bjitos

izzie disse...

Eu cá recebo sempre o "folar" ainda... mas dessa parte das solteirices não sabia... a minha irmã já está casada há quase 10 anos e a madrinha dela se por aqui passar, ainda vai deixando algo da sua graça... wierd family, maybe?!
Os meus começaram pelo ouro, depos foram pá roupa, agora "ficam-se" pelo dinheiro... para o qual até nem tenho grandes planos :S
Mas pronto... hoje aprendi que só tenho que presentear o meu afilhado até ao casamento (Henrique, por amor de Deus, não te demores tanto como a Di aqui, ok? A gerência agradece!)

Beijo,

bono_poetry disse...

ri a gargalhada contigo!!!

spritof disse...

deixa a lá.... ela gosta cde te dar o folar... é um gosto que tem...

Eumesma disse...

Sim, o que interessa é o gesto mesmo e o interesse.

Tenho 38 anos, a minha madrinha de batismo vive e sempre viveu no mesmo predio do que eu, tem apenas mais 7 anos do que (é vizinha não familia) e nunca me dá nada, aliás foi de férias para fora e nem Boa Pásco me desejou , portanto, acho que até fiquei com pena de a tua madrinha não ser minha madrinha também. :-)

E folar sempre é algo de mto saboroso. ;-).

Bje e boa Páscoa

Ianita disse...

Lita: o meu padrinho também pouco me deu... e lembro-me daquelas amêndoas tipo francês numa altura em que a minha madrinha já me dava amêndoas de chocolate. :)

Boa Páscoa

Ianita disse...

Lilipat: essa não conhecia :) mas são tradições bem giras. E sim, a lista ia longa e já estava a pensar em quais ia deixar para a próxima... talvez assim... :)

Boa Páscoa!!

Ianita disse...

Izzie: eu acho que quando tiver um afilhado também vou dar sempre presente. Mas... vejo a minha irmã e o meu cunhado, têm 5 ou 6 afilhados. Ainda sai caro!!

Boa Páscoa!!

Ianita disse...

Bono: eu não tenho assim tanta piada :)

Boa Páscoa!!

Spritof: eu sou a única afilhada dela. E fui afilhada porque ela pediu e implorou para ser. Não preciso de prendas para saber que gosta muito de mim, mas ela sente-se bem assim. É como digo, eu já sei o que ela vai responder, mas digo sempre a mesma coisa, todos os anos. É giro :)

Boa Páscoa!!

Ianita disse...

Eumesma: a minha madrinha de Crisma era 3 anos mais velha que eu e foi escolhida por mim e a verdade é que nem se lembra de telefonar no Natal e na Páscoa. O meu padrinho era o melhor amigo do meu pai e foi o que sempre se viu...

A minha madrinha é fora de série. Guardo com muita estima tudo o que ela me dá. E, se algum dia casar, gostava que fosse ela minha madrinha. Ela e a minha irmã, porque quando eu nasci, elas me disputaram :)

Boa Páscoa

Fenix disse...

Pois eu tive dois pares de padrinhos de baptismo e nunca me deram nada...
E na terra dos meus pais também é tradição darem o folar, mas acho que a tradição já não é o que era.
Eu não tenho afilhados, mas se tivesse acho que daria...
Quanto ao par de padrinhos eu explico..., fui baptizada em Moçambique e os meus padrinhos (registados como tal) foram os pais do meu pai, que estavam em Portugal. O casal que me levou à igreja e à pia baptismal, são o outro par.

Desejo-te uma Boa Páscoa.
Cheia de saúde, amor e sorrisos.
Beijinhos
São

Trago uma pequena lembrança...
<img src="http://docs.google.com/File?id=dc6xjkpj_62529bpsvxhp_b">

Ianita disse...

Fénix: Obrigada!! :)

Os padrinhos é como tudo na vida... há os bons e há os maus :)

Kisses e boa Páscoa!

Rice Man disse...

:) Que engraçado! Se o folar fosse mau ainda dizia que servia de mensagem subliminar do tipo "Se não te casares para o ano é pior!"!... :D Mas não, ela gosta mesmo de ti! :)

Isto faz-me lembrar que neste fim-de-semana, depois de ver a amigas todas com bebés ao colo, a minha mãe vira-se para mim e diz "Olha lá!... Eu quero ter netos!". :D

O meu padrinho também costuma dar-me uns cobres mas este ano cortou-se! :)

Ianita disse...

Mr. Rice: o meu pai começou com essa mania aqui há uns meses. "Ah e tal, queria um neto para poder ir buscar ao infantário e tal". LOL a resposta é a mesma de sempre, "Já tens uma neta!!" LOL

E sim, é incrível, mas é verdade. Ela gosta mesmo de mim :) Go figure!

Rice Man disse...

:DDD Eu também desviei o assunto para outra pessoa!

Já viste? :D Há para aí com cada maluco! *estou a escrever isto com o nariz porque puseram-me num colete de forças* :P

Ianita disse...

Mr. Rice: :) :) :)