2 de dezembro de 2008

Ontem

Ontem quis vir aqui dizer coisas e não pude porque a net não quis.

Pois eu ontem quis vir dizer que, depois do 25 de Abril, o 1 de Dezembro (em comemoração do 1 de Dezembro de 1640 - a Restauração da Independência) é o meu feriado preferido. Se calhar estou a ser injusta com os outros feriados que nunca me fizeram mal nenhum (à excepção do 5 de Outubro que este ano se lembrou de calhar a um Domingo!). Mas eu até acho que sou coerente nestas minhas escolhas. Das duas vezes os portugueses estavam manietados, amordaçados, subjugados, humilhados... Das duas vezes meia dúzia de nobres (nos tempos antigos, o pessoal do exército era Nobreza, por isso, aplica-se este termo perfeitamente nos dois casos), com o apoio posterior do belo do povo que saiu à rua, pôs o poder opressor com o rabinho entre as pernas! Ah pois é! Pensavam que nos lixavam, mas nós valemo-nos bem! :)

7 comentários:

Verónica disse...

Este já passou, venha o próximo :)

Ianita disse...

Os feriados religiosos, à excepção do Natal, dizem-me pouco... Sabem bem, mas dizem-me pouco.

Kisses :)

(E, por mim, abolia o Carnaval!!)

Lita disse...

Gosto do Natal. A religiosidade não tem nada a ver com isso. Gosto da família, das risadas, das luzes, do papel de embrulho. Gosto.

Ianita disse...

Eu também gosto muito do Natal. É a minha época do ano favorita, mas acho que é desnecessariamente um feriado. Ou seja... acho que se não fosse feriado, para mim seria igualmente mágico.

Quando penso em feriados, penso em datas institucionais que foram um marco na nossa História. E por isso, o 1 de Dezembro em 2º lugar :)

Kisses

LMF disse...

Ok, somos independentes..., mas continuamos a ser manietados, amordaçados, subjugados, humilhados... E temos impostos mais altos e ordenados vergonhosos...

Ianita disse...

Pois... mas pelo menos podemos queixar-nos a respeito!! (e ainda há quem esteja pior! Não sejas mau!)

Kiss :)

Anita :) disse...

é o meu feriado preferido a seguir ao Natal que é imbatível;)