10 de maio de 2009

S. Miguel - Day two

O dia começou cedo. O pequeno-almoço do Hotel é muito bom e variado, embora eu tenha comido apenas e só pão com manteiga e leite com chocolate. Minto. Comi um pouco de queijo branco! Tinham imensos queijos, todos originários dos Açores e todos com excelente aspecto, mas... consegui controlar-me.

Tínhamos marcado almoço nas Furnas, no restaurante Tony's :) e sabíamos que teríamos de estar nas Furnas por volta das 12:30 para ver tirar as panelas do chão. Fizemos o caminho com calma. A parar em todos os lugares e em mais algum. Alguma chuva,muito vento.


Encontrámos uma praia fantástica, mesmo antes de chegarmos a Vila Franca do Campo. A areia era preta, mas o mar estava calmo e nas rochas formavam-se lagoas naturais. Não fosse estar a chover... eu ia provar aquela águinha... ai ia ia!


Vila Franca do Campo. Gostei muito. O ilhéu é isso mesmo. Um ilhéu. Gostei em particular do enquadramento desta rua... os bancos de jardim vermelhos. As árvores... o mar... o ilhéu... e as casas... uma vista fantástica e completamente degradadas. Peço desculpa outra vez, mas não consegui não fotografar estes contrastes...



Lagoa das Furnas. Mamarrachos cor-de-laranja em cima da lagoa. Um edifício antigo, penso que uma Igreja, lindíssimo, completamente abandonado. A chegada não teve, nem de longe nem de perto, o mesmo impacto da chegada à Lagoa do Fogo. Vê-se imensa água a ferver. Vê-se imensos montes de terra que indicam o local onde os tachos estão enterrados.




O cozido era delicioso!! Adorei mesmo. Além disso, e porque estamos também em turismo gastronómico, provámos a Tarte Graciosa (supostamente típica da ilha Graciosa) e pudim de ananás. E não era pudim de ananás daquele instantâneo. Era pudim caseiro, com aspecto de pudim caseiro que estamos habituados a ver, mas a saber a ananás. Fiquei rendida. Para além de que ficou tudo muito mais barato do que esperávamos. Pagámos 26 euros por um almoço para duas pessoas.


Não sei o que se passa por aqui. Tenho duas dúvidas: por que é que passámos o dia a ver filarmónicas e por que é que havia crianças a receber caixas cheias de bolos?


Depois... Povoação. Ainda Nordeste. Mais bonito que Povoação. Um bocadito depois de Nordeste, parámos o carro e a modos que dormimos uma sestita :) eu sei que é estranho, mas estávamos a cair de sono e conduzir naquelas estradas da treta, com precipícios ao lado, com sono, não está com nada. Íamos dormir 20 minutos, dormimos quase duas horas :) Depois, já refeitas, seguimos viagem e encontrámos este moinho de água que ainda está em funcionamento. Tem uma ribeira e uma cascata de água fantásticas! Além disso, tem também um café onde só estavam homens... aliás... eu não sei o que se passa nesta ilha... mas só se vêem homens na rua... à beira dos cafés. A maioria com ar de quem não tem mais o que fazer. Nunca os fotografei porque basicamente estou ocupada a ignorar os piropos parvos, mas um dia destes tento e vocês vêem do que falo.



Saímos de Ponta Delgada de manhã... seguimos para este com destino às Furnas. Seguimos até ao ponto mais a este da ilha. Depois subimos até, literalmente, Nordeste e seguimos pelo Norte da ilha até Ribeira Grande, onde apanhámos a Via Rápida até Ponta Delgada. Estaria uma parte da ilha vista, não fosse faltar voltar às Furnas. Temos ainda de ir ao Parque Terra Nostra para nadar na piscina natural de água quente (39º) e lamacenta. Paga-se 5 euros para entrar, mas queremos muito ir. Não fomos hoje, porque estava muito frio e não íamos preparadas... vamos voltar lá com uma muda de roupa :)

Entretanto... não me lembro já do nome deste miradouro, basicamente porque fomos parando em todos ou em quase todos... Paisagem bonita.


A reter: as igrejas são todas iguais! Mesmo mesmo mesmo mesmo todas iguais. E já não mandamos guinchos sempre que vimos vacas, porque basicamente há vacas em todo o lado... das de duas pernas também. :)

Amanhã é dia de ir tentar ver baleias!!!!

14 comentários:

Rice Man disse...

Vou dar uma de Poirot (provavelmente dando-me mal com isso) e deduzir que o chocolate para o leite era Nesquick! ;D

E é com certeza ilusão de óptica mas na primeira foto parece ver-se a curvatura da Terra! :)

Aquela lagoa natural é encantadora!... embora seja muito difícil concentrar-me nela! :P

Não precisas de pedir desculpa por contrastes nenhuns. As coisas são como são e só não vê quem não quer. Claro que era bom ver as coisas todas arranjadinhas mas pode ser que alguém com responsabilidades repare nos teus comentários e nas tuas fotos! ;)

A Lagoa das Furnas tem uma vegetação fantástica à volta! :) E o fumo das furnas a passar pelas árvores dá-lhes um ar misterioso. :)

Tinha ouvido dizer que a comida cozinhada nessa furnas ficava com um sabor esquisito mas estou a ver que era só um rumor e ainda bem! Quanto à Tarte Graciosa só tenho uma coisa a dizer... Nham, nham! :)

Podias ter-te feito passar por uma criança (sem idade), pá! :D

Fizeram uma sesta e muito bem! Com essas coisas de ir ao volante com sono não se brinca! E tens razão! Aquela cascata é fantástica e parece que é iluminada à noite! :) Quantos aos piropos parvos, eu sei que é difícil mas tens de lhes dar um desconto... provavelmente nunca tinham visto uma mulher tão bonita! ;)

O miradouro é espectacular! :) Podia passar ali horas sentado à conversa! :)

Isso das igrejas serem todas iguais poupa muito trabalho! Tiras fotos de vários ângulos a uma e podes enganar o pessoal e dizer que visitaste todas! :D

Boa sorte para o banho e para as baleias amanhã! :)

E muito, muito obrigado por tirares um tempinho e nos mostrares um pouco da ilha e da tua viagem! :)***

lilipat2008 disse...

Tens aqui fotos lindas...:)
Ainda bem que te estás a divertir...ah e olha que eu quero ver esse banho...ihihihih

bjitos

Hélio disse...

Não digas mal das filarmónicas sff... passar um dia a ouvir filarmonicas só fazia muito bem a muitas pessoas que têm ideias erradas sobre as bandas... tiveste azar porque nos Açores, terra de gente que adora musica, parece que há uma em cada rua... mas fora isso, tudo bem :)
Beijos grandes!

ianita disse...

Mr. Rice: não era Nesquick... infelizmente não havia... mas foi bom na mesma :)

Incrível como reparas em pormenores que eu não tinha visto... fui rever as fotos e, de facto, parece mesmo que se vê a curvatura da Terra... e na cascata, vê-se mesmo um foco de luz... pormenores que me passaram ao lado, confesso.

Eu gostei mesmo muito do cozido. Era muito bom e nas furnas era quase tudo bonito. O vapor é que me deixa o cabelo esquisito... tipo lambido por uma vaca!

As Igrejas... ainda não fotografei nenhuma. Mas ainda vou fotografar... e posso dizer: eram todas iguais!!

O bom disto é que há muitos miradouros... todos arranjados e todos com uma vista fantástica. Apetece mesmo ficar ali...

E partilho por gosto.

:)

ianita disse...

Lilipat: não sei bem quando vai ser o banho. Só sei que vai ser! Mas duvido que ponha aqui as fotos! A net não está preparada para ver uma baleia a nadar numa lagoa :)

Kisses

ianita disse...

Hélio: só digo mal de terem estado meia hora a tocar no meio da estrada... virados para uma casa que depois distribuiu bolos pros miúdos e a nós não nos deram nada!!

Kiss

Luisa Moreira disse...

Ainda bem que te divertes e, tens os teus sentidos todos apurados, nada te escapa..........Obrigada pelo testemunho e por me fazeres viajar........
Bom dia para as baleias.

Hélio disse...

Ahh bom, assim tá bem :D Por mim, agradeço que continuem a dar comida aos musicos... excepto aos clarinetes, esses instrumentos dee tortura auditiva...
Good luck with the whales!
Beijo enorme :)

Maria Anjos Varanda disse...

Açores, tem sítios espectaculares....segundo dizem (infelizmente ainda não conheço)...

Ainda bem que te estás a divertir.

Continuação de boa férias.....

Beijos

Verónica disse...

Também quero, também quero, também quero!!!

Esse cozido tem um aspecto... Acompanhado de um bom tinto deve ser como estar no paraíso (ou de uma boa cola, no teu caso, lol)!

ianita disse...

Luísa: viajemos então :)

Hélio: os bolos não eram pro pessoal da Filarmónica, mas pra miúdos vestidos de Comunhão.. Go figure! lol

Maria: e é verdade. Uma ilha de lugares lindíssimos!

Verónica: eles aqui têm coca-cola de boa qualidade, de uma excelente colheita :) e o cozido vale mesmo mesmo a pena :)

Zabour disse...

Que bela viagem...
Queres vir connosco no verão?
Croácia, Eslovenia e Montenegro...bora, ainda há lugar ;O)

Beijinhos

Neni disse...

As filarmónicas e afins é porque estamos em alturas das festas do espirito santo: há dezenas e dezenas em toda a ilha a partir da páscoa e até final de Agosto, se não me engano.
Aquela igreja de que falas nas Furnas...dizem que está assombrada. Arrepia-me, mas acho-a linda!
Mas eu sou suspeita...sou uma apaixonada pela minha ilha!
Oxalá estejas mesmo a gostar*

ianita disse...

Neni: pois... tenho ouvido foguetes e visto procissões... e os meninos que estavam a receber bolos estavam vestidos para comunhão... e já reparei, pelo número de igrejas por metro quadrado que o pessoal aqui é mesmo muito religioso.

Agora que falas... tenho vontade de voltar àquela igreja e de tentar lá entrar... aquilo está em obras... se calhar quando for nadar na piscina do Terra Nostra ainda lá vou ;)

Estou mesmo a gostar! E vi baleias!!! :)