16 de setembro de 2009

Do pelo

Fui cortar o cabelo. Drama.

Mantenho-me fiel à senhora cabeleireira que acertou no meu corte há coisa de um ano atrás. Hoje fui fazer o corte de depois do Verão. As pontas...

A senhora corta um pouco e mostra-me. É então que um espírito mau se apodera de mim e eu profiro as palavras proibidas "pode cortar mais!". Foi a morte do artista (leia-se, a morte do cabelo).

Estou sem cabelo. Há mais de 10 anos que não tinha o cabelo tão curto... O que não quer dizer que esteja mesmo mesmo curto. Está só demasiado curto... aliás... ele hoje até nem está mal... mas está esticado pela cabeleireira... e o meu cabelo é daqueles que encolhe... porque encaracola... algo me diz que amanhã, mal lave o cabelo, vou ficar de carapinha! Tipo permanente... cabelo super encaracolado e com super volume! E não, não vou esticá-lo todos os dias. Primeiro porque gosto muito dos meus caracóis e isto de ter o cabelo esticado é coisa para usar de vez em quando, para desenjoar. E depois porque não tenho tempo nem pachorra nem jeito para esticar o cabelo todos os dias.

O lado positivo é que cresce. O lado negativo é que vou ter de viver com esta falta de cabelo durante uns meses!

A próxima vez que for à cabeleireira, quando o cabelo crescer, lá para 2035, não abro a boca!!

17 comentários:

Sayuri disse...

LOL
eu corto o cabelo sempre no mesmo sitio, mas em Junho fui a um outro cabeleireiro (o meu estava fechado) e olha, foi uma boa surpresa!!

ianita disse...

Sayuri: esta foi uma boa surpresa no ano passado. Cortou exactamente como eu queria! E agora a culpa nem foi dela... foi do espírito que tomou conta de mim e que lhe disse para cortar mais! Esticado está pelos ombros... nem quero ver amanhã...... :/

Luisa Moreira disse...

Lembrei-me de um episódio com a minha filha. Ela também achou que lhe tinham cortado mais que as pontas e, já não queria ir de férias da Páscoa, pois faltava-lhe o cabelo. Atenção que ela era adolescente.

O cabelo cresce muito depressa, pelo menos a mim.

Beijinhos

ianita disse...

Luísa: em miúda a minha mãe cortava-me o cabelo curto... eu detestava, mas quem mandava era ela... desde que tomei posse do meu cabelo que nunca mais o tive curto. É a minha segurança... gosto que seja diferente... nem liso nem aos caracóis. É o meu cabelo. E irrita-me que o tenha deixado cortar tanto porque sei que não vai ficar bem.... mas pronto... tudo passa.

Isandes disse...

algum freud devia explicar direitinho e como deve ser a origem dessa cena das cabeleireiras cortarem sempre TÃO demais...

ianita disse...

Isandes: acreditas que há pouco fui ver-me ao espelho pela enésima vez esta noite e ainda disse para mim-mesma "aqui à frente está comprido"!!! Eu fui possuída!! Esta não sou eu!!

Mas pronto... ela devia ter cortado menos atrás e mais à frente... God!


Kisses
(já sabes se podes vir?)

Andy disse...

Lolol! Como te compreendo! É mesmo traumatizante às vezes...

PAULO LONTRO disse...

Até Sábado não cresce, pois não?
Optimo !!!!!!!!!

:)

Yiskay disse...

ehehe...também me acontece o mesmo...digo sempre "corte mais um bocadinho..." e a dita senhora pimba corta me o dobro...amanha também é dia de eu ir à cabeleireira...o verão tem coisas boas...mas ao mesmo tempo...ai não me apetecia nada cortar o cabelo...ainda mais depois da tua história de hoje...ai ai ai
:)

bono_poetry disse...

heheheheh...e mesmo questao de habito ,acredita...

im disse...

Esse é um problema que afecta a maior parte das cabeleireiras...uma pessoa diz, na sua inocencia "queria cortar só mais um bocadinho"...e saí de lá quase sem cabelo...as "tesouras" devem ganhar vida própria nesses momentos!

Beijos

VG disse...

Compra uns sapatos novos e vais ver que esqueces logo o cabelo, lol.

Rice Man disse...

:DDD De certeza que não está mau como julgas! Devias aproveitar para ir experimentando penteados novos até ele chegar ao comprimento que queres. ;)

Olha, eu vou cortar o meu hoje e já sei exactamente como vau ficar... "Pente 1, se faz favor!". :)

RedWoman disse...

A mim também me aconteceu a mesma coisa no ano passado, tinha o cabelo já passava do meio das costas para baixo e ficou pelos ombros... felizmente voltou a crescer mas andei uns meses com cara de miúda:D
Deixa lá ele volta a crescer ;)

ianita disse...

Andy: podes pôr traumatizante nisso!

Paulo: és mesmo ruim!!

Yiskay: Bona Fortuna!! :)

Bono: eu sempre detestei ver-me de cabelo curto... e andei assim 10 anos!!

im: ainda se fosse o Johny Depp a cortar-me o cabelo ;)

VG: ora aí está uma grande ideia!! Uns sapatos ou um trapito novo para dar com o cabelo novo :)

Rice Man: não tenho paciência para penteados... só escovo o cabelo. Mais nada. Ponho creme. Espuma às vezes... mas nada de molas, nem de ganchos, nem de nada dessas tretas!!

Red: é que as pessoas não sabem, mas o meu cabelo estava a mais de meio das costas... não parecia porque é encaracolado... mas esticado estava enorme! E se, esticado, está agora pelos ombros... MEDO!

MaFia disse...

LOL! Ri-me tanto com o teu post :)

Eu adoro a cabeleireira e a esteticista onde vou há anos. Mas já decidi (e levou 3 vezes, dizem que à 3ª é de vez, mas também bem que eu podia ter parado logo à1ª...)que só vou lavar e secar, fazer penteados em ocasiões especiais e...cortar nunca mais! A táctica: " Sofia, estás a precisar cortar um bocadinho..." e a Sofia responde "sim, perá próxima eu corto!" e da próxima lá vai a Sofia cortar. E lá sai a Sofia sem o tal "bocadinho" que é no minimo metade do cabelo com que lá entrou! :) Mas não te preocupes, ele cresce. Não querendo desanimar, o meu demorou cerca de 6 meses até eu gostar outra vez de andar com ele solto. Mas está bem, agora. Só não volto é a cortá-lo lá. Lol.


Muitos muitos beijinhos

Sofia (aka Carrie, passa pelo meu blogue novo, ainda no principiozinho!)

ianita disse...

Mafia: eu não sei é como é que há quem não entenda que isto é dramático!! Ter um mau corte de cabelo é mesmo dramático! :)

Kisses