26 de novembro de 2009

Fados

O "Fado curvo" da Mariza foi, para o Times, o 6º melhor album World Music da década. Da década.

Sou mais menina do Fado triste de Coimbra, que do Fado canção de Lisboa... ainda assim, gosto de alguns Fados... gosto de algumas vozes. Carlos do Carmo e o Camané estão no topo para mim. Prefiro vozes masculinas em todos os estilos. Ainda assim, gosto da Cátia Guerreiro que pôs os senhores e as senhoras na Arábia Saudita a chorar... E a Mariza, que já correu Mundo, que tem uma voz belíssima e que com o seu look moderno e uma máquina de Marketing por trás conseguiu levar o seu/nosso Fado mais longe. Parabéns à Mariza! É meu e vosso este Fado...

8 comentários:

Rony disse...

Arrepiante!

Há outra fadista da qual também gosto muito, a Ana Moura.

Já trabalhei no estrangeiro e quando dizia donde era ouvia sempre como resposta: "Figo" e alguns "Eusébio" e raras "Amália".
Agora ouviria com certeza "Cristiano Ronaldo".

ianita disse...

Rony: isso depende muito das "prioridades" de cada um... ou das coisas a que damos mais valor...

Se um brasileiro me abordar e eu quiser dizer "ah e tal Brasil..."... não penso em Pelé... nem sequer em Samba e Carnaval... digo "Ah e tal... Brasil... Reynaldo..." ;) Não é de propósito, mas é a primeira coisa que me vem à cabeça quando penso no Brasil :)

Rony disse...

Quer se queira quer não, o futebol tem o peso que tem, independentemente das prioridades de cada um.
Pode ser que a máquina de propaganda em redor da Marisa algum dia a faça, e a outros, chegar mais além e mostrar o país para além do futebol.

Rui da Bica disse...

Eu não sei se quem diz que não gosta de Fado, já "viu" cantar o Fado ao vivo, em ambiente próprio.
Uma coisa é "ouvir", outra bem diferente é "vê-lo, ouvi-lo e vivê-lo" nesse ambiente.
É evidente que os/as fadistas poderão contribuir muito para nos fazer ficar fãs.
Parabéns à Mariza. Merece essa distinção.
Bjs., Ianita.
.

Rice Man disse...

:))) Ah fadista!

Muito, muito fixe! Obrigado por colocares aqui este vídeo. A nossa auto-estima (dos portugueses) sobe em flecha nestas alturas. :)

ianita disse...

Rony: sim... é um desporto de massas que, ainda assim, passa ao lado de muitas pessoas... era o que eu queria dizer com prioridades... a mim não passa ao lado,mas não é a primeira coisa que me vem à cabeça :)

Rui: já vi. E talvez por isso goste tanto do Fado de Coimbra... porque ser estudante de Coimbra e ouvir a Serenata da Latada ao vivo, com tantos estudantes na Via Latina vestidos de capa e batina (agora é na Sé, como a Serenata da Queima, mas no meu tempo era na Via Latina...) é uma experiência comovedora e eterna.

Ainda assim, o Fado não é, como o Jazz, um estilo que ouça durante muito tempo seguido... o meu limite são normalmente 2 músicas :)

Rice Man: a Mariza rula!! :) E eles não percebem nadinha do que ela diz... "só" percebem o sentimento que lhe vai na voz...

LP disse...

Não tenho por hábito ouvir fado, mas da década? Porra.

ianita disse...

LP: podes pôr porra nisso... da década!