26 de julho de 2008

Dia dos Avós

Isto dos dias dos avós é uma invenção moderna, fruto de uma civilização que quer esquecer que tem passado. Não preciso que haja um dia dos avós para me lembrar da minha avó, para a visitar, para lhe dar amor. Mas aproveito para prestar homenagem aos meus outros avós. O que não conheci (pai do meu pai, Armando Francisco) e os que nos deixaram em 1982, o pai da minha mãe (José Toscano, em Janeiro) e a mãe do meu pai (Maria da Luz, em Setembro). Há-de ter sido um ano difícil, com a partida de duas pessoas tão queridas, mas eis que a família Toscano-Francisco foi brindada, neste mesmo ano, com a chegada do seu benjamim (Novembro), o meu irmão, Vasco.
Esses avós só os conheço das histórias, mas são meus.

(Avós Armando Francisco e Maria da Luz - pais do meu pai)




(Avô Toscano e avó Nazaré, pais da minha mãe. A pequenita sou eu!!)



28 ANOS DEPOIS...

(Avó Nazaré na Passagem de Ano 2007/2008)


Devo à minha avó uma infância cheia de ficções. Das histórias da velha e da cabaça, às histórias de vida da minha tia Maria Otília, falecida aos vinte e poucos anos, era a minha mãe uma criança. O primeiro grande desgosto na vida da minha avózita. Mas tantas eram as histórias, tão vívidas, com tantos pormenores, que parece que conheço essa pessoa que partiu décadas antes de eu ter nascido.

Lembro hoje os que já partiram, mas foco a minha atenção em quem por cá anda. Doente, é facto, mas com o mesmo espírito, o mesmo humor quase negro, o mesmo feitio, a mesma gana, a mesma força de viver. Uma vida cheia de momentos bons e maus. Viveu sempre muito à frente da sua época e superou tudo. Uma vida cheia, com segredos que vai levar consigo. Não é segredo para ninguém o que ela significa para mim. Gostava de ter metade da fúria de viver que ela tem ainda hoje. Um exemplo, sempre.

3 comentários:

Verónica disse...

Linda homenagem ;))

olgacruz disse...

Subscrevo!

Nada mais a acrescentar...

Ianita disse...

Bem... Teria dito coisas diferentes, se tivesse escrito isto depois de a ter ido ver...

O que ela se riu. Efeito Vasco. lol