3 de fevereiro de 2009

Do dia-a-dia

Hoje lia a Lita e lembrei-me dos meus tempos da Amadora.
Quando trabalhava na Amadora e vivia em Queluz, mesmo em frente às piscinas, onde há imenso estacionamento, mas tantos prédios, tão grandes, com tanta gente, que nunca havia onde pôr o carro. Além disso, eu sou menina de ser comodista e odeio ter de pôr o carro longe. Muitas vezes o carro ficava dentro da paragem de autocarro. Assim de frente, mesmo com o lado direito do carro encostado à paragem... tão encostado que uma vez fiz uma mossazita... pequenina :)
A polícia era paciente... Só começava a multar lá pelas 10h da manhã, mas como eu saía sempre às 8h30, era tranquilo! Portanto... quando não havia mais lugares, lá ia o meu carro para a paragem de autocarros. Eis que um dia de manhã, estava para ir embora, e estava um autocarro parado onde? Pois tá claro, na paragem... e, como os autocarro é um veículo assim para o longo, estava a trancar o meu carro. O sr devia estar à espera que chegasse a hora para andar e não saía do sítio e eu estava a ficar atrasada... então? Bati à porta do senhor condutor e pedi por favor que fizesse um bocadinho de marcha-atrás para eu poder tirar o meu carro.
Grande lata, né? Pois. Ele ainda começou a resmungar, mas eu fiz cara de menina arrependida e bati a pestana e ele gentilmente desviou o autocarro :)
Depois deste incidente, isto voltou a acontecer mais vezes. Nem sempre era o mesmo senhor, mas a táctica do bater pestana e pedir por favor resultou sempre! :)

12 comentários:

Brigitte disse...

lol....a nossa sorte é fazer-mos carinhas de anjos!!!!

beijos
:)

Ianita disse...

Carinha de anjo e o bater da bela da pestana! Nunca me falharam!! :)

Kiss

PAULO LONTRO disse...

Eles são os motoristas, os policias, os funcionários públicos, os empregados de mesa, os enfermeiros .... ... elas batem a pestaninha e .... e então se houver decotes .... então aí .... :) lol

Ianita disse...

Bem... as feministas deveriam ter bigode e pelos no sovaco, né? Mas não. Feministas como eu que se aproveitam de algum machismo masculino, não temos bigode nem coisa que lhe valha... batemos pestana e fazêmo-nos de vítimas, de burras, e eles... eles que sofrem de síndrome de super-homem, sempre à espera de poderem salvar uma donzela indefesa,caem sempre!! LOL

Kisses

im disse...

É uma estrategia que de facto resulta...

Mas estacionar nos locais para autocarros não me parece bem ;)

beijos

Vera Angélico disse...

Ora. Eu cá acho que a verdadeira feminista faz valer os seus direitos. E desperta neles aquilo que verdadeiramente quer.

(Bater as pestanas é delicioso... eheheheh).

bono_poetry disse...

lol...havias de bater a pestana para mim que eu contava-te...
...e se nao tivesse tomado o cafe ...ui!!!

Ianita disse...

im: eu não estacionava no lugar dos autocarros. Os autocarros tinham o espaço deles intacto. Eu estacionava em cima do passeio encostada à paragem de autocarro :)

Ianita disse...

Vera: ah pois é! Há que saber aproveitar... :)

Kiss

Ianita disse...

bono: isso é porque ainda não viste o meu bater de pestana :)

Kiss

Noiva Judia disse...

O ser gaja, bater as pestanas e ter uns certos atributos peitorais safa-nos de muita coisa com a bófia... Com que então a menina já andou aqui para as bandas da Noiva... Muito me contas...

Ianita disse...

Pois... diz que sim... foi um ano de aventuras :)

Com a polícia já me safei a fazer-me de parva... "ah... a sério? eu não sabia... pois... o carro nem é meu... mas tenho que mudar o quê mesmo? e como é que se faz isso?" LOL

Tonhós! :)