20 de março de 2009

Liar - o momento da verdade

            Chegou o momento da verdade! Da verdade verdadeira... aqui vai :)

                    1. Detesto cortar as unhas dos pés, mas não consigo deixar que seja outra pessoa a fazê-lo. (precisamente... todas as vezes que alguém me tentou ajudar, cortando as unhas dos meus pés, eu cheguei a casa e voltei a cortá-las. Tenho de as ter sempre impecavelmente limpas e cortadas, peles incluídas. Portante, VERDADE)


                    2. Adoro ir a sítios diferentes, mas detesto viagens (carro, barco, avião, seja o que for...) (adoro passear, conhecer sítios diferentes e até mesmo revisitar lugares. Adoro mesmo. Detesto a parte dos meios de transporte. Não gosto de carros, enjoo imenso. Detesto aviões... Logo, VERDADE)


                    3. Já levei pancada de miúdos, no ATL. (Se considerarem murros e pontapés porrada a sério, pois podem apontar esta como sendo VERDADE. Foi num ATL na Amadora e no fim os que me bateram foram os que mais choraram pela minha partida, mas, nada apaga a porrada!!)

                    4. Adoro História e adoro ensinar Literatura, mas detesto gramática e não gostei de dar aulas de Latim. (Parece um sacrilégio, não é? A parte de que gostei nas aulas de Latim foi quando dava Cultura, o que se parecia mais com uma aula de História. Não gosto de picuinhices. De coisas exactas e afins. Gosto de Literatura, de estórias, de História, de enredo... isso sim, dá-me (dava-me) pica... VERDADE)


                    5. Não gosto mesmo nada de cerveja, nem de vinho, nem de pimentos, nem de azeitonas, nem de pepino, nem de grelos, nem de favas... (VERDADE... Não há muito a explicar... não gosto e pronto.)


                    6. Adoro o cheiro das pessoas, inclusivamente, confesso, o meu próprio. A minha almofada anda sempre atrás de mim. (Eu sei que é difícil de acreditar, mas a minha almofada anda mesmo atrás de mim. Quando passo só uma noite fora, controlo-me e não a levo. Mas quando são mais noites, desculpem-me, mas vai comigo sim senhores! VERDADE)


                    7. Durmo com a ursa azul todas as noites, bem agarradinha. (VERDADE e não vale gozar)


                    8. Já tive a mania que sabia tudo, hoje sei que há coisas em que sou mesmo mesmo muito boa :) (e sei que não sei tudo) (VERDADE... Aprendi a ver-me pelo que tenho de bom e de mau. Aprendi, com dificuldade, que não tenho sempre razão. E hoje é sem dificuldade que digo que não sei tudo :)


                    9. Vamos lá ver.... a última... Sou incapaz de dizer que não... as poucas vezes que o digo fico sempre com sentimento de culpa... (VERDADE sem mais...)


                    Confusos? Eu disse que era mentirosa. Lembram-se do programa do Herman? Ah pois é... com a verdade me enganas! :) Era tudo verdade pelo que ninguém passou no desafio! Eheheheh

                    17 comentários:

                    Verónica disse...

                    Ah, tinha rasteira...
                    Ainda ponderei que eras pessoa para fazer isso, mas pensava mesmo que gostavas de ensinar latim e o termo "porrada" pareceu-me muito forte. Ou seja, achava que duas eram falsas, mas como tinha de escolher 3, lol.

                    Bj

                    Ianita disse...

                    Verónica: :) eu gostava da parte da literatura, a parte de justificar casos já não era muito para mim... sabes bem que podíamos estar uma aula de duas horas de volta de um texto de 8 linhas e não o traduzir todo... Blheck! E sim, porrada. Mesmo. :)

                    BEIJO!
                    (tu e os testes!)

                    Rapariga do Batom Vermelho disse...

                    Oh... Sinto-me uma tonta! Trocaste-nos as voltas, isso não vale!:P

                    Beijinho

                    Mi disse...

                    Acho que esta não foi uma atitude bonita... Ah ah ah! Demais, Ianita! He he...
                    E eu também detesto cortar as unhas dos pés e detesto favas e não consigo dizer que não a um favorzinho... Mas espero não vir a levar pancada em ATL nem em Jardim de Infância nenhum!

                    Ianita disse...

                    Rapariga: eu disse que era mentirosa :)

                    Kiss

                    Ianita disse...

                    Mi: foram dois miúdos, uma rapariga e um rapaz, ambos com 8 anos e em momentos diferentes. Ela mandou-me um murro no braço e noutra altura mandou-me dois pontapés nas canelas... ele, estava sentado chateado. Eu baixei-me para falar com ele e ele brindou-me com uns belos pontapés... apanhou cara, ombros e peito... ele tinha daquelas sapatilhas duras...

                    Ninguém está livre.

                    Kiss

                    Devaneante disse...

                    BATOTEIRA!!!! :-)

                    Lita disse...

                    Tu és terrível! ;)

                    Ianita disse...

                    Deavaneante :)

                    Lita: EU?! :)

                    lilipat2008 disse...

                    Assim não vale...isso é batota...ihihih...:P
                    Enganaste-me bem...agora percebo porque achei tão difícil encontrar 3 mentiras...loooool...

                    bjs

                    Ianita disse...

                    Lilipat: :) batoteira não... mentirosa ;)

                    olgacruz disse...

                    NO COMMENTS!

                    Nem quero pensar que és minha irmã!!!
                    Ficaste mal na fotografia!!!
                    BATOTA!
                    LOOOL

                    Ianita disse...

                    Olga: eu fico sempre bem na fotografia :)

                    KISS

                    IandU disse...

                    Perdi este desafio, não acredito! Mas fazer rasteira assim não vale*

                    Ianita disse...

                    Iandu: Quais é que achavas que eram mentira?

                    (no livros dos estatutos não há nada que diga que eu não posso fazer isto... eheheheh!)

                    Kiss :)

                    IandU disse...

                    3 e 7 pelo menos :P

                    Ianita disse...

                    Iandu: as crianças de hoje não são o que eram... e acredita com todo o meu mau feitio, o que não tive de me controlar para não lhes mandar um par de estalos. Ainda assim, venci-os. Acredita. :)

                    Quanto À ursa azul... eu e ela, ela e eu... são muitos anos caro amigo :)

                    Kisses :)
                    (isto é muito divertido!)