31 de maio de 2009

Balanço em dia de aniversário

Os dias de aniversário costumam ser, para mim, dias de reflexão. Passou já aquela alegria desmedida de nos sentirmos o centro do Mundo. Até porque desde o dia que entrei na escola, com 5 anos, nunca mais o meu dia de anos foi só meu.

Hoje não sou eu quem faz anos. É este blogue. Faz hoje um ano criei um blogue. Neste ano muitas coisas se passaram. Os motivos que me levaram a criá-lo continuam cá, alguns. Outros foram deixados de parte, mas não esquecidos.

Entrei neste mundo sem as precauções que deveria. Sem regras. Sem máscaras. Assumindo o meu nome, a minha cara, os meus pensamentos, as minhas opiniões. Sempre com educação. Sempre com frontalidade. Sempre com parvoíce. Com algum sentido de humor. Com seriedade.

Tive muitos dissabores. Muitas discussões das más. Percebi que o meu blogue não é só meu. Como nada é. Olho para os meus diários de papel e sei que se amanhã eu não estiver cá, alguém os vai abrir e os vai ler. Não são meus também. Meus são os meus pensamentos e, ao longo deste ano, aprendi a guardar alguns comigo e só comigo. Aprendi que há quem não se importe que sejamos insultados, mas que se ofenda com uma frase simples e inócua. Aprendi que há quem só queira ouvir que concordamos e que achamos tudo bonito. Aprendi que há quem não goste de sinceridade.

Aprendi a calar-me. Aprendi que as pessoas que eu visito todos os dias e que me visitam, estas personae que habitam estes blogues de todos os dias, não existem. São máscaras de outras pessoas. São outras pessoas. Como serei eu também outra pessoa, diferente desta ianita que por aqui anda. Não sei.

Aprendi também que entre a muita podridão, entre a muita hipocrisia, entre as muitas más energias, há quem espalhe luz e força por aí. Há quem me encoraje a ser mais e melhor. Há quem me faça sorrir. Há quem me olhe e me veja… como se não existisse ecrã entre nós… como se as minhas palavras fossem transparentes. E isso emociona-me. Muito.

Foi através deste blogue que aprendi que a vida pode fazer as pessoas mudar. Porque há coisas que ficam marcadas na nossa memória. Eu não me esqueço das coisas. Não passo a vida a mandá-las à cara das pessoas, mas não esqueço. Defeito de fabrico. Gostei dos (re)encontros que o meu blogue me proporcionou. Porque sei que hoje não seríamos amigas se não fosse pelos nossos blogues. E fico contente por ver que sei avançar e deixar de ter os dois pés atrás como tinha antes. Porque eu posso não esquecer, mas, com o tempo, posso relativizar.

Foi através deste blogue que conheci duas ou três pessoas que me mudaram a vida. Podem nem sabê-lo, mas mudaram. Pelo exemplo de vida. Pela luz. Pelo sorriso. Pela alegria. Pela confiança. Pelas palavras. Por tudo o que importa. Obrigada.

Foi neste blogue que chorei pela primeira vez em público. Chorei a dor da doença da minha avó. Chorei as minhas dúvidas. Expus as minhas encruzilhadas. Abri o meu coração e deixei que algumas pessoas o magoassem, mas também deixei que outras pessoas o enchessem de coisas boas. Assim continua… aberto.

Quando olho para as etiquetas que mais vezes usei, reparo que abusei do “eu” e do “tretas”. Acho que acaba por ser um bom retrato do que foi este ano e do que é este blogue. Sou eu. São os meus pensamentos. São as minhas formas de estar na vida. Sempre susceptíveis a serem postas em causa. Aceito quem me ponha em causa e me ponha a pensar. Só assim posso ser mais.

Em dia de balanço também têm lugar as desculpas. Desculpem-me se falei demais. Desculpem-me se magoei alguém. Desculpem-me se feri alguém. Desculpem-me se não soube ser mais que isto. Isto que também me insatisfaz. Isto que…


Um obrigada a todos... os que "só" lêem... aos que comentam... aos que mandam sms... aos que mandam mails... aos que gostam e aos que não gostam... a todos. Obrigada. Continuamos aí para as curvas :)

No dia de hoje olho para o que foi e sorrio. Sorrio porque apesar de tudo valeu muito a pena. Encontrei pessoas daquelas para a vida e isso faz-me muito feliz. Olho para o futuro e vejo as páginas em branco. Vejo as curvas e contracurvas. Vejo as encruzilhadas feitas de um distanciamento sobranceiro. E sorrio. Não me assustam. Não me metem medo. Assumo hoje o que me repito quase todos os dias. A vida é para se viver e não para se sobreviver. Não me importo de chorar se isso significar que pude gargalhar e não apenas sorrir. Não me importo de cair se isso significar que pude voar até às nuvens. Os voos altaneiros fazem as quedas valerem a pena. Vê-se tão bem lá do alto. Qualquer dia volto a voar… quando me voltarem a nascer as asas. Um dia. Hoje? Hoje caminho. Olhos postos no futuro.

The heart of life is good.

31 comentários:

Rice Man disse...

Muitos parabéns!!! :) Pela parte que me toca não tens de pedir desculpa nem agradecer. Eu é que tenho de dizer que é um verdadeiro privilégio poder seguir-te todos os dias através deste blog! E tê-lo 'descoberto' entra facilmente para o Top das melhores coisas que me aconteceram neste ano. Sem exagero.

Mais uma vez, muitos parabéns! :)***



E já disse isto num comentário ali atrás (já a pensar neste post) mas vou repetir... "E acho que estás enganada, tu não ficaste sem asas nem caíste... o chão é que veio ter contigo! :) Assimila/toma consciência disso e voarás de novo mais cedo do que imaginas. ;)"

Sayuri disse...

Muitos, muitos Parabéns!
Acima de tudo por espelhares no teu blog a pessoa transparente que és, honesta e sincera, terra a terra quando necessário, sonhadora sempre que possivel. Pelo sentido de humor requintado, pelo à vontade com que te mostras por aqui. É um facto, todos usamos máscaras na blogosfera, umas maiores outras mais pequenas, no tentanto todos ilusionamos quanto às pessoas que estão por trás dos blogs. Não te conhecendo (ainda) sei que a tua máscara por aqui é das mais pequeninas que por aqui andam, e que as ilusões que terás sobre nós não serão maiores que a tua máscara. Por isso também, Parabens!

PAULO LONTRO disse...

Um beijo Lontro de Parabéns.
Sem máscaras...

Vera Angélico disse...

Parabéns!!!

Numa perspectiva egoísta, foi este blog que nos "cruzou" novamente, e isso para mim é o verdadeiro privilégio!

Tenho imensas considerações a fazer daquilo que li. Mas agora fico por aqui...

Beijos.

ianita disse...

Mr. RIce: não me digas essas coisas...

Obrigada!! :)

ianita disse...

Sayuri... emocionaste-me... muito... não é preciso olharmos alguém nos olhos para a conhecermos... nós já falámos muito e acho que vai dando para ver como somos. E por te saber honesta e directa é que sei que sentes o que dizes e por isso me emociono. Obrigada!!

ianita disse...

Paulo: eu sei! Obrigada por tudo :)

Vera: o privilégio é meu também ou não o mencionaria :) mas aguardo o resto das considerações...;)

Mag disse...

Ianita, muitos parabéns por este ano, então! Foi uma caminhada de aprendizagens, umas difíceis e outras que valeram muito a pena!
O mundo dos blogs, ao qual pertenço há muito pouco tempo, também me trouxe alguns dissabores, tristezas, enganos, mas tb, tal como a ti, alguns momentos (leia-se, pessoas) que são hoje relevantes na minha vida!
A ti, desejo mais de uma daquilo que nos mostras ser: honesta, sincera, sem subterfúgios, pronta a defender as tuas convicções e aqueles de quem gostas, enfim, uma Mulher com M grande.
E para ti um Grande beijo!

Verónica disse...

Parabéns!

Só passou um ano? Parece muito mais tempo...

Bj

Luisa Moreira disse...

Parabéns! minha Linda.....por este lindo blogue que me tem dado alegria, me tem feito pensar e repensar que me deu a conhecer uma pessoa magnifica que me tem feito muita companhia e que por isso abrandou a minha solidão. Tem sido um prazer trocar impressões contigo e tens sido uma boa surpresa para mim. Esse teu gosto pela boa música, pelos livros e sobretudo o valor que dás à família, coisa rara hoje em dia. Ainda bem que há pessoas como tu. Obrigada por me teres "acolhido" no teu blogue há pouco mais de um mês.
Beijinhos*

ianita disse...

Mag: obrigada pelas palavras. Não consigo ser diferente de quem sou... nem mais nem menos ...

Kiss

ianita disse...

Verónica: isso é porque eu falo sem parar... LOL Obrigada.

Kiss

ianita disse...

Luísa: costumo dizer que acolho quem vier por bem... a ti recebo-te de braços abertos e de sorriso no rosto. :)

Gosto da inteligência, sensibilidade e experiência de vida que te reconheço e por isso é sempre um prazer falar contigo.

Obrigada pelas palavras. Significam muito. E como dizia lá atrás, não sei ser diferente disto... simplesmente ianita. :)

Beijo grande!

Dylan disse...

Continue a escrever Ianita, até os dedos lhe doerem...

ianita disse...

Dylan: Vou tentar :) Obrigada.

Kisses

Joni disse...

Parabéns. É um prazer "entrar" no teu mundo Ana. beijo de um admirador atento.
"só se faz caminho,caminhando"

ianita disse...

Joni: não sou digna de admiradores LOL gosto só da partilha de ideias, de pensamentos, de sentimentos, que este espaço me/nos permite.

Sim... Caminhando.

Kiss

Manitas Del Plata disse...

Mtos parabens ;) a ti e ao blog :) hehehe, bjokas**

ianita disse...

Manitas: Obrigada! :)

Kisses

Lita disse...

Amiga, parabéns pelo blog mas, sobretudo, parabéns por quem és!
Abraço!!!

ianita disse...

Lita: não mereço os parabéns, mas agradeço. Obrigada.

Beijinhos

Gabriela disse...

Parabéns!! :)

Já disse várias vezes que não sou muito de comentários, até porque a minha capacidade de escrita não se assemelha nem de perto nem de longe com a tua, que é fantástica, mas leio o teu blog praticamente todos os dias e posso dizer que nunca fico indiferente aos teus posts, sejam eles sérios, divertidos, ou mesmo as tais "tretas". Posso dizer-te que estás nos meus Favoritos! :)

Muitos beijinhos e felicidades na tua vida blogueira! Continua, estás no bom caminho....

PS: "HOPE, JOANA, GIVE ME HOPE"... Ehe!

ianita disse...

Gabriela: eu sei que andas por aí à espreita :)

Obrigada pelas palavras simpáticas e sinceras (porque eu sei que sim). E não te substimes porque eu lembro-me bem! Sempre foste melhor que eu em tudo, por isso... ;)

Beijinho grande

(não consigo deixar de rir sempre que penso nesse episódio!! Brutal!!!)

Mei disse...

Ianita,
O teu cantinho é um dos meus predilectos. Pela doçura, pela frontalidade delicada, pela capacidade de escrita e de livre pensamento. Sò foi um ano? Venham muitos mais.
Beijinhos grandes e muitos, muitos parabéns!
Mei

ianita disse...

Mei: Obrigada pelas palavras. Mesmo. Tenho consciência que este espaço não é só meu, porque está em domínio público... e é bom que as pessoas se sintam bem aqui. Faz-me sentir bem também. Muito Obrigada.

Beijinhos!

Isandes disse...

parabéns por seres intensa. dá dores de cabeça (a ti e provavelmente a terceiros), mas é a forma + válida de se estar). p+arabéns por envelheceres, por te perpetuares! xuac

izzie disse...

Venho atrasada... mas acho que para o beijo e o abraço que te devo (porque sabes que sim) e que mereces... não há tempo nem lugar. Se não houve nestes meses, não é agora que vai haver, certo?
Parabéns, tal como diz a Lita, não só pelo teu cantinho, mas por ti, pelo que és e nós (me) dás.
Venham mais dias de toda essa aprendizagem que não escondes, e muito pelo contrário partilhas, venham mais momentos de todo o género mas que no final valem toda a pena.

Beijo grande,

ianita disse...

Isandes: achas? que nos perpetuamos? nunca tinha pensado nisso... talvez sim, um pouco... Obrigada pelas palavras! Beijinhos

ianita disse...

Izzie: quem vem por bem nunca vem atrasado :)

Obrigada pelas palavras. Acho mesmo que não mereço nem metade do que aqui me disseram... ainda assim, agradeço porque sei que vem do coração.

Beijinhos

lilipat2008 disse...

Perdi a festa de aniversário...oh...:(...que pena...

Antes de mais, parabéns pelo aninho de blog...pensei que andavas nestas andanças há mais tempo...afinal ainda és mais "novinha" que eu (o meu blog fez um ano em Fevereiro)...:)

Pela parte que me toca, gostei muito de descobrir o teu blog...revejo-me em muitas das coisas que tu dizes e sinto que pode haver alguém que me compreenda. Gostei muito de te conhecer cara a cara, o que espero repetir...temos de combinar aí qualquer coisa...:)

Espero poder continuar a visitar-te e ler os teus pensamentos...acredita que nos faz muito bem...:)

bjitos e que daqui a um ano eu não perca a festa...:)

ianita disse...

Lilipat: que no próximo ano cá estejamos ainda, com a mesma força e determinação :)

E sim, tem sido muito bom!

Beijinhos!