13 de junho de 2009

Delas também reza a História



Amélia Earhart
"The most effective way to do it, is to do it."


Nasceu em 1897 numa terriola algures no Kansas. Apenas mais uma menina... que cresceria para ser mulher, esposa, mãe... para lavar e passar e cozinhar e parir.

Mas Amélia era diferente. Tinha o gosto pela aventura. Subia a árvores... fazia fisgas... andava sempre a explorar o desconhecido.

Era, acima de tudo, determinada. Quis andar de avião e andou. Quis aprender a pilotar um avião e conseguiu.

Em 1932 tornou-se a primeira mulher a fazer a travessia do Atlântico de avião, sozinha (já tinha feito a travessia em 1928, a treino). Era a Rainha dos ares. Recebeu a "Distinguished Flying Cross" do Congresso dos Estados Unidos, a "Cruz de Cavaleiro" da Legião de Honra do governo francês e a "Medalha de Ouro" da National Geographic Society.

A vontade de querer e fazer sempre mais levaram-na à tentativa de volta ao Mundo... em 1937. Ao certo ninguém sabe o que aconteceu... terá ficado sem combustível e caído? Terá sobrevivido e sido capturada pelos japoneses que ela andava a espiar? Terá sobrevivido e mudado de nome e ido viver outra vidinha para outro lado? Muitas teorias... nenhuma provada. Simplesmente não se sabe o que aconteceu.

Sabe-se que morreu enquanto tentava mudar a História. And that's good enough...


"The most difficult thing is the decision to act, the rest is merely tenacity. The fears are paper tigers. You can do anything you decide to do. You can act to change and control your life; and the procedure, the process is its own reward."

12 comentários:

Sayuri disse...

Vi a Amelia no outro dia... :)
No 'À noite no museu 2' :D

ianita disse...

Sayuri: ufa! Pensei por momentos que afinal ela ainda estava viva :)

Vi o filme ontem à noite. Ri muito e gostei muito dela.

Lembrei-me de um filme com aquela gaja morena do Beverly Hills sobre ela... e acho que já vi um documentário em que se falava que ela podia ser espia dos EUA...

Acima de tudo, foi uma mulher que criou oportunidades num Mundo e num Tempo em que não as havia para as mulheres.

:)

Vou fazer disto algo de regular :)

lilipat2008 disse...

Uma verdadeira mulher coragem...:D

bjs e bom fim de semana

ianita disse...

Lilipat: basta acreditar :)

Kisses

Fenix disse...

Olá!!!

Já estava com saudades..., há que tempos que não passava por aqui e agora encontro aqui uma homenagem a uma grande MULHER!
Muito bem!

Sabes, eu um dia, há uns 26 anos atrás, candidatei-me à força aérea portuguesa. Era um tempo em que ainda não aceitavam mulheres, mas eu vi vários amigos meus (rapazes), candidatarem-se e decidi tentar. Não tinha nada a perder. Tinha 18 anos estava no 12º ano e sonhava vir a pilotar aviões. Ainda não desisti da ideia, de pilotar aviões, claro. Da força aérea desisti há muito. Mas foi giro. Responderam-me, muito amáveis, dizendo que "agradecemos a preferência mas ainda não estamos a aceitar elementos do sexo feminino".
:-))

Beijinhos
São

ianita disse...

Fénix: é verdade, há quanto tempo!! Espero que esteja tudo bem :)

Quanto à tua experiência... que honra "conhecer" alguém que tentou dar a pedrada no charco!

É bom que nos lembremos que ainda não há muito tempo este tipo de coisa ainda acontecia...

A Amélia era, de facto, uma grande mulher. Independente, apaixonada, vibrante.

Kisses

Rice Man disse...

Eu não vi o filme mas fico contente por não se terem limitado a escolher apenas as personalidades históricas mais conhecidas para os papéis principais. :) Até porque muitas das menos conhecidas foram tão ou mais importantes quanto as outras.

ianita disse...

Mr. Rice: nos States ela é muito conhecida... até porque já se fizeram alguns filmes... e sendo o filme passado nos Museus do Smithsonian, e estando lá um exposição permanente com um dos aviões dela, até fazia sentido :)

O filme é muito giro. Vale a pena. Quer para quem queira ver o filme, quer para quem queira dormir! :)

spritof disse...

é um exemplo de vida...

...de alguém que não teme seguir o que quer.

ianita disse...

Spritof: uma mulher comum... que mudou o rumo da História :)

IandU disse...

Também gostei muito do filme e, da tua última frase. Confesso que não sabe este bocado de história dela, saiu daqui um pouco mais culto ;)

ianita disse...

Eu tinha visto uns filmes sobre ela... e adorei "vê-la" no filme. E por isso cheguei a casa e fui tentar saber mais. :)


"You can act to change and control your life; and the procedure, the process is its own reward."