1 de dezembro de 2009

Vida

Temos mesmo as nossas prioridades viradas do avesso... e só o percebemos às vezes tarde demais...

Li isto e não pude deixar de me emocionar. A fronteira entre a vida e a morte é demasiado ténue... e numa fracção de segundo tudo muda.

3 comentários:

spritof disse...

hoje hoje hoje
:P

ianita disse...

Spritof: o carpe diem clássico... viver a vida, no dia-a-dia, mas com moderação e serenidade. Viver o agora com os olhos postos no depois...

:)

im disse...

E nunca sabemos qual o segundo em que tudo muda...e tudo, não me refiro necessáriamente à morte!


Põe na lista das prioridades 2010 Aveiro:)

Beijos