20 de março de 2010

Então é assim...

.. o plano é fazer algo que nunca fiz antes. Pôr-me à prova. Sair da minha comfort zone e arriscar.

Regras:
1- Fora de casa
2- Num lugar onde nunca tenha ido ou que tenha ido há mesmo muito tempo.
3- Sem combinar nada com alguém que seja de perto
4- Não vale ficar o dia todo no hotel
5- Ir pelo menos a 1 museu
6- Jantar sozinha num restaurante a sério (em restaurantes de fast food já comi muitas vezes sozinha)
7- Fazer um roteiro de viagem e cumprir mais ou menos.

O hotel foi escolhido e marcado. Com spa. Com massagem ayurvédica. Tudo a que tenho direito para entrar nos 30 como deve ser.

O Museu também está escolhido. O roteiro feito. Amanhã faço-me à estrada. Comigo. E com as regras. Que nem são muitas... e que servem apenas para me desafiar. Aqui vou eu. Rumo à aventura.

8 comentários:

FATifer disse...

Não vejo porque não te divirtas nesta aventura “auto imposta”. ;)

Como tenho a mania de mandar bocas direi que só não entendo a regra 6. Isto porque eu detesto comer sozinho mas cada um é como cada qual…

Beijinhos,
FATifer

Rui da Bica disse...

Parece-me um "risco" grande.
Sozinha, não haverá possibilidades de sentir solidão ?
Se a determinação é essa,... por vezes sabe bem sermos a nossa própria companhia.
É certamente um desafio e uma aventura.
Tudo de bom, Ianita ! :))
.

Sayuri disse...

Boa viagem! Aproveita!
Acho que fazes muito bem, se bem que eu não gosto nada de comer sozinha em restaurantes a serio...

ianita disse...

Fatifer: eu achava que me ia custar... mas depois do "é só um bilhete?" no museu, e do "só 1 pessoa?" ao almoço, suportei muito bem ser bajulada ao jantar... ele foi funcionário para me arredar a cadeira, outro pro pedido, outro para a bebida, outro que me traz uma entrada (oferta da casa), outro que me traz o pedido... até havia um para limpar as migalhas da mesa! :)

E até tirei fotos à comida, assim a meter nojo e armada em parola :)

ianita disse...

Rui: se não tivesse vindo, teria ficado em casa... imagina... sozinha. LOL

Não posso queixar-me que não vou onde quero porque não tenho companhia. Se quero ir, vou. Se teria preferido vir com companhia? Depende da companhia. Se fosse uma das minhas pessoas, sem dúvida. Mas, à impossibilidade de uma das minhas pessoas vir comigo, venho sozinha. Melhor. Venho na minha companhia. E eu sou boa companhia :)

Faço 30 anos de hoje a oito dias e estes dias dão jeito para recalibrar aqui o motor, para pensar na vida, para relaxar... para entrar nesta fase da minha vida a pés juntos. De corpo e alma. De bem comigo. Por dentro e por fora.

Além disso, um dos grandes lemas da minha vida é e sempre foi "antes só que mal acompanhada" :)

ianita disse...

Sayuri: está a ser tão bom! Mesmo com a chuva... mesmo com os olhares de esguelha. Tão bom :)

disse...

tambem quero um plano desses... :)

ianita disse...

Zé: é só fazer e pô-lo em marcha!! :)