15 de julho de 2010

Triste

Não sei porquê. Talvez já a nostalgia do fim, quando vou ainda a meio.

Esta noite sonhei com o trabalho. Sonhei que me chamaram e que eu tive de interromper as férias e ir. E sonhei mais coisas... nestas férias tenho feito de tudo, menos dormir bem. Nas primeiras noites era calor. Depois não sei... qualquer coisa.

Quando olho para as pessoas que estão comigo e de quem gosto tanto, só penso que me vou embora e eles vão ficar. Penso que vai passar quase um ano para nos reunirmos todos outra vez. Penso que não tarda volto a casa... sozinha.

E sim. Deveria estar a viver o momento... mas não estou. Estou a precisar de um par de estalos... essa é que é essa. (Já agora, ando de volta do "Eça Agora" e estou a gostar muito).

E toca a despachar que me esperam as conquilhas para apanhar...

3 comentários:

TM disse...

A nostalgia é uma companhia tramada... que nem sempre dá para sacudir da alma...
Mas há que viver... esquece a a tristeza e sorri.... porque o sorriso que vais receber de volta de certo que te vai ajudar a deixar de lado a tristeza... :)

Isandes disse...

Oh, que carago... A sofrer desta detestável doença que antecipa as perfeitamente evitáveis ansiedades que hão-de-vir. Antes de ires dormir, bebe 3 caipirinhas seguidas para ferrar no sono, ou quê, e faz o favor de curtir o momento! xuac!

ianita disse...

TM: é isso :)

Isandes: As caipirinhas deram resultado ;)