1 de agosto de 2008

Músicas

Uma música de que eu gosto muito. Não sei bem porquê, mas mesmo gostando de vários tipos de música, as minhas preferidas, as que estou sempre a ouvir, quase até riscar o disco (e já aconteceu!), são as mais calminhas.
Esta dos Depeche Mode fala de palavras. De como as palavras podem ferir (Words like violence, break the silence, come crushing in, into my litlle world...), de como mais vale estarmos calados. Para mim é difícil. Isto de estar calada. Mas basicamente, esta música é sobre darmos valor e apreciarmos o que temos em cada momento... All I ever wanted, All I ever needed, Is here, In my arms...
Há dois videos desta música, os dois igualmente estúpidos. Escolhi este em consideração à Verónica que não tem som no computador (e como eu te entendo!) e assim, não ouves a música, mas podes tentar adivinhar onde foi filmado este video. Do you remember?




Mas porque eu sou assim, diferente, indefinível, uma mescla de tantas coisas... Entre o céu e o inferno, entre o certo e o errado, entre o verdadeiro e o falso, entre a mentira e a verdade... Eu. Ana. Entre "A lista de Schindler" e o "Shrek"... Por isso... Depois de Depeche Mode, ofereço-vos a música dos "Peludos e azuis! (e laranja!)" da Rua Sésamo. Ser Ianita é isto. E um bocadito mais, confesso! ;)

3 comentários:

Verónica disse...

Não tenho som no trabalho, mas também não preciso, pq enquanto trabalho, trabalho mesmo... ;P Lol

Ianita disse...

Nota-se!

Parvita! E o vídeo passa-se no World Trade Centre... Olho praquilo e só penso em aviões. Até me tira a concentração da música!

Raquel disse...

Olá linda:)
Pois, recebi, e não publiquei... hehe
Só pra dizer k tá tudp bem, apesar da maldita constipação que fez questão de me acompanhar durante td a semana:(
jinhos, e até 2ª :)