27 de novembro de 2008

Luz


Fecho os olhos e vejo luz.


Abro os olhos e vejo tudo desfocado, como quando fechamos os olhos com muita muita força e depois os abrimos e não vemos nada. Eu estou assim, só que sem a parte de ter fechado os olhos com muita força.


Passei 10 horas consecutivas a traduzir. Directamente para o computador, a inventar metade das coisas. Um texto jurídico, um contrato, de 46 páginas, entregue a mim e a uma colega às 11h da manhã, supostamente para entregar às 15h...


De notar que não sou tradutora. Nem sequer tenho uma licenciatura em inglês. Assim bem vistas as coisas não tenho inglês desde o secundário. Desenrasco-me no que respeita ao inglês corrente, mas inglês jurídico é algo diferente, muito diferente.


Pelo menos tiveram o discernimento de me tirar da minha secretária e de me porem numa sala sózinha com a minha colega. Assim, sem distracções, rendeu muito mais. Mas o outro lado da moeda é que o meu trabalho ficou parado em cima da minha secretária... estagnado... fiel... à minha espera...


À noite, ia para casa, e as luzes feriam-me os olhos. Os carros que vinham em sentido contrário não tinham dois focos de luz, mas sim um foco contínuo, comprido... Todas as luzes tinham movimento e extensão.


Chego a casa, cansada, mas sem estar irritada. O cansaço era tanto e tal que já nem tinha forças para me irritar, para me insurgir, para mandar vir com o meu chefe que é basicamente um grande cromo. Chego a casa para ainda ouvir um Estiveste a trabalhar até esta hora? Quando é que te aumentam? Não perguntaste? Tens de perguntar! Tens de falar nisso! Tens de....... e deixei de ouvir porque segui caminho e não tinha forças para discutir.


Tomei um banho quente. Um banho daqueles tão quentes que nos arrancam a pele e com ela os problemas, o cansaço... tudo. Mas quando fechava os olhos para deixar simplesmente que a água corressse rosto abaixo via letras, via palavras a formarem-se, via luz...


Dei-me ao luxo de beber um copo de leite cheio muito cheio de Nesquick. Uma fatia de pão de cereais com queijo..... Comi à frente da TV e os meus olhos doíam... Tomei um comprimido e fui dormir. Um sono cheio de palavras, cheio de letras, de conversas, de luz... sempre a luz que não me deixa descansar, que não me deixa dormir.


Acordei à hora de sempre. Cheguei ao trabalho à hora de sempre. As cores nas ruas parecem-me diferentes.... Fui acabar a tradução. A minha colega está ainda a rever a parte dela, eu já não consigo. As cores estão diferentes porque vejo tudo baço, distorcido, com ocasionais pontos de luz a brilhar no meu olhar.


As minhas colegas dizem-me que estou com uma expressão esquisita. Fui ver-me ao espelho e vi que tenho o olhar inexpressivo, alheado, ausente, baço...


Estou aqui e não estou, olho mas não vejo....


Fecho os olhos e vejo luz.

16 comentários:

Lita disse...

Tadinha... que experiência!!!
Espero que melhore...

Verónica disse...

Força ai!
Faltam 8 dias. ;)

Ianita disse...

Lita: Também eu... Também eu...

Verónica: ...........

E este fim-de-semana já é prolongado! E sim... só faltam 8 dias! :)

Brigitte disse...

Calma, amanhã é um novo dia....vai correr td melhor que hoje.

:)
beijinhos

Isandes disse...

Força! Beijoca

u João disse...

Olá! Ao ler as tuas palavras lembrei-me de uma música do António Variações
Será também cansaço certamente mas:




Muda de vida se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida, se há vida em ti a latejar

Olha que a vida não, não é nem deve ser
Como um castigo que tu terás que viver

Beijo
( o comentário acima removido é da minha autoria )

@me@@@ disse...

podera, depois desse esforço todo não haverias de ter uma expressão esquisita...











:-)

Gabriela disse...

Bem-vinda ao meu mundo... O mundo da tradução e dos prazos para o mês passado... :) Já há muito que perdi a conta ao número de dias em que passo 15h quase sem praticamente sair da cadeira... O pior é que, ao contrário de ti, fui eu que escolhi ter esta vida! Agora tenho de me aguentar à bronca :)

E já agora uma dica: para o caso de a situação se repetir, apresento-te um dos melhores amigos do tradutor: http://iate.europa.eu/. É uma base de dados criada pelos tradutores da Comissão europeia. Seleccionas a língua de partida e a de chegada, se quiseres o campo específico - nesse caso seria direito - e com sorte encontras o que queres. Claro que é preciso ter algum cuidado e filtrar a informação, mas geralmente ajuda...

Beijinhos e vê se aproveitas o fim de semana grande para descansar!

bono_poetry disse...

...nao tenho pena nenhuma,as luzes ainda sao o menos...o problema mesmo e sentires que a cabeca pode de repente explodir com a pressao...em ingles?pois eu percebo-te agora imagina teres de traduzir para arabe ler...nao imaginas mesmo...eu tenho sempre algo fresco perto de mim e tem resultado!!!bem vinda ao clube dos vampiros onde a noite assenta melhor!!!

Ianita disse...

Brigitte: Sim, amanhã é outro dia. E espero que menos cansativo :)

isandes: Beijo

João: Tens toda a razão. Tenho de fazer um esforço para me lembrar que já estive pior. E pensar que em Janeiro posso ser recompensada por todo este esforço. Tenho de ter esperança, se não... se não me resta mais nada. Kiss

Ianita disse...

@me@@@: devo tar com um ar esgazeado tipo serial Killer :) Kiss

Gabriela: pois... nem escolhi esta vida nem recebo de acordo com ela. Acho que isso é o que me angustia mais. Isso e ter tido de entregar a tradução sem ter tempo de rever, coisa que tu não deves fazer nunca, mas que eu tive de fazer porque me arrancaram aquilo da "mão". Nem imagino as barbaridades que lá vão... Beijinhos e Bom fim-de-semana!! :)

Ianita disse...

Bono: Eu detesto traduzir. Faz-me lembrar os tempos de Faculdade em que demorava duas horas a traduzir um texto em Latim ou em Grego de 8 linhas... e o pior é que aquela treta nunca fazia sentido nenhum! Grrr... Felizmente acabou. :) Kisses

Dawa disse...

Que tareia!
Bem, mas pelo menos vez a luz. Há quem nunca a tenho visto. :P
Beijinho, bom fdsemana e bom descanso.

Ianita disse...

Pois... I see the light :)

Kisses

Anita :) disse...

cruzes...coitada...espero que a tormenta já tenha passado!

*

Ianita disse...

Passou... Por enquanto... :(

Kisses