7 de maio de 2009

Da Sara

Hoje abri o msn e reparei na frase que a minha sobrinha tinha: "o teu ídolo és tu próprio".

E encho-me de orgulho. Orgulho nesta miúda de 16 anos que tem muitas coisas parvas, mas que, no que é importante, está lá. Quando ainda no outro dia soube que uma colega dela da escola se tentou matar por causa de um qualquer desgosto amoroso, gosto de a ver cada vez mais independente, cada vez mais segura de si. Sem falta de humildade, sem narcisismos. Com os pés no chão e a cabeça muito no lugar. Orgulho de a começar a ver transformar-se em mais uma mulher "de Nazaré". Porque embora não o seja no nome, a força e a genica "de Nazaré" corre-lhe nas veias. Gostava que a minha avó a visse. Encher-se-ia de orgulho também ela. Esta é a nossa grande herança... termos o privilégio de nos correr no sangue a mesma força das nossas antepassadas "de Nazaré". E que fantástica herança!
Orgulho de ver a Sara, aos poucos, a transformar-se numa Mulher, dessas de M maiúsculo como são as mulheres "de Nazaré".

16 comentários:

Rapariga do Batom Vermelho disse...

Que bonito!:)

E essa frase é uma grande frase, reveladora de uma grande maturidade e força! Sim, senhora!

Beijinho*

Lita disse...

Tem a quem sair, né? ;)

ianita disse...

Rapariga: :) Kiss

Lita: acho que a nova geração, onde me incluo, não chega aos pés da antiga... espero que a minha sobrinha consiga ser mais como elas eram. :) Kiss

lilipat2008 disse...

Ora aí está uma miúda com a cabeça no sítio...:)

bjitos

bono_poetry disse...

sim que grande sara!!muito bem...
...olha deixa la a cena do aviao que eu vou a pilotar a carlinga e se tiveres medo planamos ate a agua e depois e so dar aos remos...tas a ver a cena?eu quero e barco!!

ianita disse...

Lilipat: espero que assim se mantenha! :)

Bono: isso parece-me muito arriscado!!!!!
(eu gostava de viver no tempo em que se ia de barco para todo o lado... era muito mais glamoroso! E depois há a série "Love boat" com que cresci... um must!)

Rice Man disse...

Eu se fosse ela e lesse este post já sabia o que oferecer pelo Natal ou pelo teu aniversário... um babete! :D

Se ela for metade do que tu contas, não será nada menos que um colosso! :)

ianita disse...

Mr. Rice: shiiiuuuu... ela já aqui veio :)

Ela é mesmo um colosso! E disso eu não tenho dúvidas! :)

olgacruz disse...

Huuummmmm!!!
Queria marcar presença, com um comentário a este post, mas como sempre fiquei sem palavras!
Oh Ana, arre!! Tens de dizer sempre tudo??!!
Pois então…
… pois…
… tenho muito orgulho da minha menina, sim, já toda a gente o sabe!
Mas também tenho um bocadinho de orgulho de mim própria, por aquilo que contribuí para que ela seja o que é hoje! (não sou nada modesta, eu sei!)
… e as mulheres “de Nazaré”…
… pois…
… acho que estão a perder qualidades! Sim… antigamente é que era! Muito à frente!

Olha, vou parar de escrever baboseiras, porque não me ocorre nada de jeito!

Beijinhos pra minha mana e pra minha filhota!

P.S.
Alguém falou por aí em babetes ????
Isso tem de ser pra família toda!
lolololol

ianita disse...

Olga: as mulheres de Nazaré são mesmo um must! E embora as antigas fossem as verdadeiras mulheres de armas, acho que nós não estamos mesmo nada mal!! Tenho dito!

A Sara... honra em pleno a herança da nossa avó. Tenho pena que ela não esteja lúcida o suficiente para perceber a miúda fantástica que é a bisneta dela.

Beijos!

Sayuri disse...

Bonito o orgulho que tens na tua sobrinha. Muito bonito, mesmo! :)

ianita disse...

Sayuri: :)

Luisa Moreira disse...

Fizeste-me sentir emocionada..........É de valorizar sempre o que há de bom nos outros e ainda mais nos que nos são próximos......Eu também me babo pelas minhas sobrinhas e pelos meus sobrinhos - netos, só que talvez não me saiba exprimir como tu.
Tenho reparado que és pólvora pura, és verdadeira. Continua a escrever, que eu te acompanharei..........

Um Abraço de emoção!!!!

Parabéns! Sara, por seres quem és, e por teres uma tia que te sabe apreciar...........

ianita disse...

Luísa: obrigada pelas palavras... não sei se serei pólvora... só se for seca :) mas verdadeira sou sempre. Sem subterfúgios, sem máscaras... eu.

Aqui o crédito é todo para esta menina mulher que é muito especial. Para mim e para todos os que a conhecem. Ela não passa indiferente a ninguém. E é bom. Bom perceber que as pessoas a vêem e que, tão nova, já deixa a sua marca. E não falo dos resultados desportivos. Ela deixa a sua marca em todos nós pelo magnífico exemplo.

Beijo e obrigada!

SaraCruz disse...

Obrigada por tudo titi :P :P
Obrigada tambem aos meus papas que foram eles que me educaram e me ensinaram :D :D

bjinho grande titi :b

ianita disse...

Sara: :) sim... um obrigada grande a eles... por te fazerem existir :)

Beijo grande saa faquico!