10 de junho de 2009

Das duas caras

Se alguém te elogia enquanto estás à vista,
mas quando está longe diz mal de ti,
tal homem não é bom companheiro nem amigo,
ele que diz coisas macias com a língua, mas pensa outras coisas.
Que eu tenha como amigo quem conheça o seu
companheiro e aguente o seu feitio, ainda que difícil,
como um irmão. E tu, ó amigo, põe estas coisas
no coração e um dia no futuro te lembrarás de mim.


Teógnis


Os clássicos não são bons só porque são antigos. Os clássicos são bons porque eram sábios. Gosto de ler os clássicos porque encontro neles tudo o que preciso.

Quando alguém nos fala mal de alguém temos algumas reacções diferentes... primeiro achamos que aquela pessoa é fantástica e que confia em nós. Depois, quando percebemos que aquela pessoa fala de toda a gente... todo o bom e todo o mau... entra na vida das pessoas e fala delas sem pudor, pensamos... "se faz isto a esta pessoa, também o fará a mim". Não gosto. Incomoda-me. Eu, quando não gosto, digo-o na cara... Mania minha.

8 comentários:

Sayuri disse...

Também não posso com gente falsa! E lá diz o ditado (será ditado?): «nas costas dos outros vês as tuas»

Luisa Moreira disse...

infelizmente, é o mais há por aí.....mas ainda há gente boa!
é com decepçoes que vamos crescendo!
beijinhos

ianita disse...

Sayuri: nas costas dos outros vês as tuas... nem mais.

Eu tenho o meu lado ruim... vejo-me muitas vezes a cortar na casaca das pessoas que não me fazem bem ao fígado, mas (e esta é uma diferença significativa) pela frente também não me dou com essas pessoas... e as pessoas sabem que eu acho que não me fazem bem ao fígado.

Se te digo a ti que estou irritada com a atitude de determinada pessoa, essa pessoa já o sabe.

Gostava de poder ser melhor... com o tempo pode ser que consiga.

Kisses

ianita disse...

Luísa: não são estas amostras de gente que me tiram as lentes cor-de-rosa...não me tiram a esperança nem a fé na raça humana. Eu acredito e acho que vou acreditar sempre... defeito de fabrico :)

Beijinhos

Rice Man disse...

Acho que só outra pessoa assim poderá gostar desse tipo de pessoa. O pior é que são capazes de dizer mal de alguém nas suas costas mas, se esse alguém o descobrir, negam tudo e ainda incriminam a pessoa com quem estavam a partilhar as maldades, mesmo que ela não tivesse nada a ver com o assunto.

E podes não acreditar mas há pessoas que dizem BEM nas costas de outras pessoas e não o fazem frente-a-frente. :)

ianita disse...

Mr. Rice: Tens toda a razão... e ainda bem :)

Chocolate disse...

Pois é tens toda a razão no que escreves!!

Não há dúvida que é o que mais temos por aí, e sabes o que fiz?

Digo na cara das pessoas que não quero saber de nada, eu que sou alvo principal de criticas porque sou muito frontal, porque não sei ser fingida, nem imaginas o que tenho sofrido nos ultimos anos a trabalhar numa multinacional de renome mas que parece a mercearia da esquina com as cusquices das velhinhas...

Enfim, ainda por cima tenho um chefe que é o contrário, diz bem de mim nas costas mas à minha frente não consegue fazê-lo...

Odeio este tipo de pessoas... mas elas acabam sempre por me aparecer pela frente.

Vamos lá continuar a ser nós mesmas e a gostarmos de nós mesma, porque se não formos as primeiras a faze-lo ninguém o fára por nós.. digo eu..

Bjs

ianita disse...

Chocolate: custa-me precisamente por não ser assim...

Não sou nenhuma santa. Eu digo o que penso, mesmo pelas costas das pessoas... mas não me desfaço em sorrisos em frente das pessoas... não sou nem sei ser hipócrita!

E sim, hipocrisia é o que não falta... quando se chama mesquinha a uma pessoa que pede de volta coisas que emprestou há seis meses. Não sou mãe de ninguém... comprei aquelas coisas e emprestado não é dado... acho eu!

E sim, tenho padrões elevados. Admito-o. Exijo na medida em que dou. E duvido que haja muitos Cristos por aí... pessoas que aguentam maus-tratos, bocas, directas e indirectas, e más energias... quando o que recebemos dos outros são só coisas más, é mais que natural que nos afastemos. Não sou masoquista... nem gosto de dar murros em pontas de facas. Se as pessoas só sabem ser más e baixas, eu não estou para isso.... Temos pena! LOL

A minha ex-chefe era super porreira. Muito exigente, crítica. Mas quando eu fazia as coisas bem era a primeira a elogiar-me, em frente de quem quer que fosse...

E em Fevereiro fui elogiada pelo patrão, em frente ao pai dele (o big boss), e defendeu o aumento que eu queria, e tive :) assim vale a pena :)

Beijinhos