2 de junho de 2009

Do trabalho

Costumo dizer algumas vezes que até tenho sorte... é lógico que trabalho horas extra todos os dias que não me são pagas. É lógico que às vezes tenho que aturar coisas que não deveria... mas na maioria dos dias é divertido.

Ontem:

Patrão mais velho chega de 8 dias de férias.

Ele: Bom dia Ana! Então, tiveste saudades minhas?
Eu: Bom dia sr. Meneses... Claro que sim!
Ele, afastando-se: Deves ter tido deves...

:)

Hoje:

Chefe. Uma engenheira mais nova que eu 1 ano.

Ela: Ana, queres café?
Eu: Até queria...
Ela: Curto?
Eu: Não... dos mais compridos. Sem açúcar. Obrigada.

Reparei depois que me trouxe o café e que trouxe também a uma colega minha, que lhe dá apoio noutra empresa do Grupo. E ri-me do caricato da situação... ela desceu dois andares e foi-nos tirar cafés. Foi bonito! :)

Só achei que estes momentos tinham de ficar registados para a posteridade :)

20 comentários:

Lita disse...

São momentos bonitos... ;)

ianita disse...

Lita: aqui há bastante bom ambiente, principalmente no meu piso. Pessoal novo e sem a mania.

O patron costuma ter assim umas pérolas... como chamar-me jeitosa :)

Para recordar :)

Mag disse...

É uma espécie de reforço positivo :)

Acho que é muito importante ter um bom ambiente de trabalho, com respeito, descontracção e alegria. Isso por vezes faz a diferença no nosso nível de motivação (como o teu, por exemplo, quando fazes horas extraordinárias).

Já passei por um sítio assim... neste momento, não tenho essa sorte (é mais gritos ao telefone...)

ianita disse...

Mag: no ano passado, em Setembro, tirei uma semana de férias. Estava cá há 6 meses e era a primeira vez que tirava férias...

Quando voltei, disse-me o sr. Meneses:

- Olá Ana! Pensei que nunca mais vinhas!

- Foi só uma semana de férias...

LOL

Eles quando estão com os azeites não são muito fáceis de aturar, mas no dia-a-dia é divertido.

E com as colegas então... muito bom! :)

Ao telefone... só mesmo fornecedores descontentes... mas ultimamente nem isso :)

Luisa Moreira disse...

Em todos os empregos, há sempre altos e baixos, bons e maus momentos. Mas ambientes onde haja camaradagem, respeito e reconhecimento pelo nosso esforço e trabalho é de louvar e de estimar...!

ianita disse...

Luísa: era isso precisamente que eu queria dizer... há coisas más e boas em tudo, só temos de ter os olhos abertos... e aceitar que nem tudo é mau.

Daqui a pouco va haver uma reunião daquelas de 15 pessoas vindas de Lisboa... mas lá vou tratar de tudo de sorriso nos lábios :)

Kisses

Sayuri disse...

Deve ser a implementação de algum projecto de interacção entre directores, chefias e tecnicos :)

ianita disse...

Sayuri: Não... é só simpatia :)

Kisses

im disse...

Esse tipo de situações não deveriam ser caricatas...deviam ser o normal. Afinal não seremos todos iguais?!?

Beijos

ianita disse...

im: pois... entre o dever e o ser vai uma grande diferença... a verdade é que já passei por tantos lugares maus, que este, alguns dias, parece o paraíso LOL


Kisses

Rice Man disse...

:) Ainda bem que os sabes apreciar (esses momentos! Passamos muito tempo no trabalho e um bom ou mau ambiente lá faz muita diferença nas nossas vidas.

ianita disse...

Mr. Rice: Faz sim senhor :)

Pelo menos isto... já não é mau de todo. :)

Verónica disse...

É muito bom salientar as coisas boas, geralmente, por defeito, falamos mais das más...

Bj

ianita disse...

Verónica: e como a memória é curta...

Kisses

spritof disse...

a parte mais importante da gestão é a gestão das pessoas, dos seus feitios, das suas necessidades, do seu bem estar, dos conflitos, das engrenagens, dos contactos... uma vez li que um gestor de projecto passava todo o tempo a cuidar da sua equipa e menos nas tarefas mais técnicas, e a equipa tornou-se a mais produtiva da empresa.

claro que há outras tarefas importantes, mas sem uma correcta gestão de pessoal, sem afinidades, sem .... aquele toque pessoal especial, não se vai longe. Falta-me a palavra certa... empatia!

Liderança é um misto de caracteristicas que devem ser aplicadas a cada momento consoante as circunstâncias... sempre com empatia, mas por vezes com muita firmeza.

ianita disse...

Spritof: concordo contigo em absoluto.

Trabalhou aqui uma engenheira, nova, que não tinha essa empatia. Fazia a parte dela e saía... deixava os colegas no lodo às vezes noites inteiras. A verdade é que acabou por ser demitida.

O meu patrão... o mais velho, o pai, é porreiro. Tem estas saída engraçadas. Já aprendeu o meu nome e acho-o uma pessoa simpática.

O mais novo, o filho, é para ele que trabalho directamente. Sem ter estudado gestão, ele sabe-a toda. Eu já fiz muitas coisas. Sou baixinha e tenho ar de ter 15 anos, mas sempre me soube impor. Tenho fama de ser má. lol Mas com ele nunca consegui. Ele consegue desconcertar-me. Entrei nesta empresa numa situação precária, muito. Decidi aproveitar a oportunidade que me estava a ser dada e dei tudo. Houve momentos de extremo cansaço em que só me apetecia ir-me embora... mas ele sempre falou bem comigo.

Sempre que lhe fui falar da minha posição na empresa ele sempre foi... como dizer... enfeitiçador... tipo serpente... ele fala bem de ti e tu não tens coragem de lhe dizer que não. Entendes?

E via-o ralhar com colegas minhas e pensava que se ele me falasse assim eu lhe diria o que tinha a dizer... mas nunca falou. E para mim seria muito mais fácil falar mal a alguém que me fala mal. Como dizer que estamos mal quando nos elogiam tanto?

Ele desconcerta-me. Mais de um ano depois já não me intimida tanto, mas confesso que ainda me intimida um pouco. É só dois anos mais velho que eu, mas ele sabe bem como lidar com cada um de nós.

Quando foi dos aumentos... chamou-me. Perguntou-me quanto queria, eu trazia o discurso estudado e estava preparada para argumentar contra o Não que ia ouvir. Disse quanto queria e ele disse logo que sim.... mais uma vez, desconcertada.

O GM tem 10 ou 11 empresas e nem em todas o ambiente é bom como aqui. Talvez por o patrão estar aqui todos os dias... não sei... só sei que é... e a diferença nota-se.

E a verdade é que podes estar mal, cansado, cheio de dores de cabeça, a saber que as milhentas horas extra não são pagas, a saber que ainda ganhas mal embora tenhas tido um aumento de 50%... mas ouves um "a Ana é muito empenhada, está a fazer um excelente trabalho." epah... dá-nos energias a mais. Se assim não fosse, garanto-te que já não estava aqui...

Kisses

spritof disse...

e mais não precisas dizer... é isso mesmo...
:)


essas pessoas até são capazes de nos despedir e nós ainda compreendemos e agradecemos a atenção...
;)

ianita disse...

Spritof: é que é isso mesmo!!! :)

lilipat2008 disse...

Ahahahaha...o sr.meneses é um espectáculo...:D

E cafezinho à secretária, hein?...isso é que é serviço de 1ª...ihihihi

bjitos

ianita disse...

Lilipat: um luxo! :)