9 de outubro de 2009

wake the fuck up

Ando eu preocupada por uma coisa sem jeito nenhum. Concentrada no meu umbigo, nas minhas coisas, nos meus passeios, em rir e passear e ser feliz. E esqueço-me... esqueço-me... esqueço-me... nem o meu mundo gira à minha volta. E não tenho o direito de ser egoísta como tenho sido.

Enough is enough. Chega.

Tenho que acordar para a vida real. Ponto.

8 comentários:

Luisa Moreira disse...

Estiveste em reflexão? e chegaste a uma boa conclusão!

Vale a pena pensar mas, por vezes esquecemo-nos, assim me acontece também.

Beijinhos

Bom fim-de-semana!

Luisa

ianita disse...

Luísa: há coisas e pessoas mais importantes que eu...

Beijos e bom fim-de-semana!

Rice Man disse...

Não te subestimes... Tu espalhas muita alegria por aí, mesmo sem o saberes. ;)

ianita disse...

Rice Man: mas isso não justifica tudo...

Lita disse...

Primeira coisa, também foste invadida pelo marketing chinês???? Isso é muiiiito mau!

Depois, ui, então o que foi isso mulher? Rir, sonhar e pensar em nós é bom! E não significa, necessariamente, egoismo. :)

ianita disse...

Lita: eu apago-os!! :)

Sou um bocadinho... mas tento ser cada vez menos....

Beijos

spritof disse...

acordaste?


:)







para ti, ninguém é mais importante que tu própria... se cessas de existir o teu resto também...
(aceitam-se excepções muito pontuais e apenas em situações muito específicos)

ianita disse...

spritof: acho que estar preocupada com uma mensagem que não chega em vez de ir ver a minha avó que está por meio fio se qualifica como egoísmo puro e duro.

Eu sei que tenho de cuidar de mim. Mas também sei que não sou nada sem as minhas pessoas. E por mais que me custe vê-la ali presa naquele corpo que não lhe responde, tenho de pensar que ela ainda ali está por trás daquele olhar e que vai saber que sou eu e que vai gostar.

Beijos