30 de novembro de 2009

Rua da Saudade

A rua onde mais tempo viveu José Carlos Ary dos Santos. Poeta que morreu há 25 anos.

Gosto muito dele. Pela frontalidade. E pela forma como usava as palavras para dizer o que queria, mesmo sem o dizer. Desde a "Desfolhada" à "Tourada". Poemas épicos. Poemas marcantes. Numa época em que nada se podia dizer nem quase sentir.

Um poeta da revolta. Um poeta do amor.

"Rua da saudade" é o nome de um cd com 11 músicas do grande Ary, cantadas por Mafalda Arnauth, Susana Félix, Viviane e Luanda Cozetti. Aqui fica a "Cavalo à solta" (originalmente cantado por Fernando Tordo) por Viviane. E assim, Ary vive... respira ainda... a cada palavra cantada...



Minha laranja amarga e doce
Meu poema feito de gomos de saudade
Minha pena pesada e leve
Secreta e pura
Minha passagem para o breve
Breve instante da loucura
Minha ousadia, meu galope, minha rédia,
Meu potro doido, minha chama,
Minha réstia de luz intensa, de voz aberta
Minha denúncia do que pensa
Do que sente a gente certa
Em ti respiro, em ti eu provo
Por ti consigo esta força que de novo
Em ti persigo, em ti percorro
Cavalo à solta pela margem do teu corpo
Minha alegria, minha amargura,
Minha coragem de correr contra a ternura
Minha laranja amarga e doce
Minha espada, meu poema feito de dois gumes
Tudo ou nada
Por ti renego, por ti aceito
Este corcel que não sossego
À desfilada no meu peito
Por isso digo canção castigo
Amêndoa, travo, corpo, alma
Amante, amigo
Por isso canto, por isso digo
Alpendre, casa, cama, arca do meu trigo
Minha alegria, minha amargura
Minha coragem de correr contra a ternura
Minha ousadia, minha aventura
Minha coragem de correr contra a ternura

11 comentários:

Andy disse...

Desconhecia este "Rua da Saudade", gostei muito da ideia...
não me canso deste vermelho...

ianita disse...

Andy: este vem comigo da FNAC já este fim-de-semana... adoro o Ary :)

E adoro o vermelho :)

Chocolate disse...

Vi a reportagem na rtp 1 no outro dia e fiquei logo com vontade de comprar!!!

ianita disse...

Chocolate: 14€ na Fnac :)

Eu este ano vou dar-me muitas prendas de Natal. :) eheheh

Luisa Moreira disse...

Ianita,

Poema muito sensual, adoro.
Poeta que descreveu, escreveu, Lisboa de uma forma fantástica!

É um dos meu preferidos.

Beijinhos
Luisa

ianita disse...

Luísa: adoro adoro adoro! :)

Rui da Bica disse...

Grande, grande poeta, o Ary dos Santos.
As letras que deixou para as músicas (não propriamente, porque ainda as ouviu), êxitos tremendos ...e já lá vão 25 anos ?...
Declamador fantástico, também.
Boa ideia para prenda de Natal.

ianita disse...

Rui: era um grande poeta... com um grande sentido de humor... que tão bem sabia brincar com as palavras...

Boa ideia para prenda de Natal de mim para mim :)

spritof disse...

Excelente! Excelente! Excelente! Excelente! Excelente! Excelente! Excelente! Excelente! Excelente! Excelente! Excelente! Excelente!


Não conhecia... mas adorei!!!



Obrigado!
:)
mesmo... adorei...
:)

ianita disse...

spritof: excelente mesmo! :)

im disse...

Gosto mesmo muito de José Carlos Ary dos Santos...

Adoro o "Estrela da tarde" é lindo...bem "lindo" não descreve o que acho desse poema...acho-o tanta coisa!

Beijos