22 de fevereiro de 2010

Expliquem-me

Mas expliquem como se eu fosse muito burra ou ainda mais loura... ou como se o amarelo do cabelo tivesse passado para a massa cinzenta... (agora, massa amarela!)

Por que é que as pessoas ficam numa fila enorme na gasolineira, para a bomba que tem a mangueira do lado da entrada do depósito? As mangueiras das bombas de gasolina têm uma funcionalidade fantástica. Esticam. É verdade. Uma pessoa pode pôr o carro perto de qualquer bomba que se o depósito estiver do outro lado a mangueira estica e chega lá. Bem, a verdade é que não me faz muita diferença. Pelo contrário. Assim, quando vou pôr gasolina, há sempre 4 ou 5 carros em fila para usarem a mesma bomba e uma bomba vazia à minha espera. :)

Por que é que as pessoas ficam à espera da boa vontade dos outros condutores? De manhã tenho que passar sempre num cruzamento onde é difícil conseguir entrar. Porque dá numa estrada com muito trânsito (Maceira a bombar) e, para piorar, fica perto de uma curva que tem semáforo de controlo de velocidade. Há sempre muitos carros parados, em fila, por causa do semáforo. O que, para mim, é óptimo para entrar. Porque os carros estão parados. Faço o sinalzinho com a mão a agradecer e meto-me. Hoje fiquei imenso tempo na fila, à espera de entrar, porque a ave rara à minha frente ficou à espera que alguém se lembrasse de lhe fazer sinais de luzes para se meter. Claro que era um gajo! (mas vá, o carro que finalmente deu passagem era também conduzido por um homem). Não entendo isto. Têm a mania que são espertos e super bons condutores e tal, mas ficam na fila da gasolineira porque nunca se lembraram de esticar a mangueira... e não têm esperteza para se meterem numa fila de carros.

Também não entendo a satisfação das pessoas por as minhas férias terem terminado. "Eheheheh!! Acabaram-se-te as férias!". Não entendo. (Mais uma vez, homens).

Não entendo por que é que não podemos dizer que não estamos mais interessadas e que não, não queremos beber café nem coisa que lhe valha, basicamente porque não nos apetece e porque já deu o que tinha a dar, sem ouvirmos "estás chateada". Não, não estou chateada. Simplesmente não me apetece. Será tão difícil de entender? Ou por ser solteira tenho de dar pulos de alegria por me convidarem para beber café ou para dar umas voltas ou whatever? Será que não entendem que uma mulher solteira pode não estar desesperada e pode muito bem preferir estar só a estar mal-acompanhada? E nem vale a pena explicar, porque a resposta invariavelmente é "logo vi que estavas chateada" ou "não há quem ature o teu mau-feitio" ou "estás a fazer-te difícil". NOT! I'm just not that in to you ;) Simples. Ou assim achava eu.

Ainda dizem que as mulheres são estranhas... NOT!

5 comentários:

Vera Angélico disse...

Olha... eu também gosto que não se lembrem que as mangueiras esticam!!!

E sabes... há pessoas que têm o ego tão grande, mas tão grande... que são incapazes de perceber que simplesmente podes não estar interessada. Podes não estar para aí virada. Podes não querer. Pode não te apetecer. Só isso...

;)

Sayuri disse...

Mas não estás mesmo chateada?...Nem um bocadinho?... :)

ianita disse...

Vera: eu, sinceramente, não entendo. É que depois, quanto menos queremos, mais eles querem! Go figure!

Sayuri: Com o anormal? Nada de nada :) Não gosto dele o suficiente para me chatear ;)

Rachelet disse...

Os homens não falam «subtilez». Não serve de nada ser politicamente correcta - há que ser directa e inequívoca mesmo. Só assim é que eles entendem.

(nada como um «não, não estou a fazer-me difícil; tu é que cheiras mal da boca e eu não aguento estar ao pé de ti.»)

ianita disse...

Rachelet: eles nem "subtilez" nem "directez". Só entendem se andarmos a chorar pelos cantos. Andam por aí a apregoar que querem mulheres modernas, mas quando as encontram afinal querem é mulheres choronas e dependentes! Para ele é inadmissível que eu não queira nada com ele. E, vai daí, se eu quisesse ele provavelmente não quereria... ele agora quer porque eu não quero. Que complicados!!!