10 de abril de 2009

Girls night out



Girls night out... ou seja... loucura total. Há muitos motivos pelos quais não levamos homens e um deles, e talvez o principal, é porque não os queremos a ver-nos fazer figuras destas. Entenda-se que isto foi no intervalo do filme. Não gosto de intervalos no cinema. EU sei que eles querem facturar, mas nós já tínhamos comprado o pacote XL e a coca-cola XL, por isso... O filme era um filme de gaja, nada de especial, mas bom para desanuviar depois de um dia de trabalho. Gosto de saber que amanhã não tenho de me levantar cedo. Parece que assim o dia rende mais. Jantei com os papás. Fui comprar um rádio novo para o meu animal. Fui ao cinema. Vim para casa. Cá estou. Sabe-me bem assim... E ouvir qualquer coisa como "estás a trocar saliva comigo" vindo da minha Sara, tem qualquer coisa de espectacular. :)

Voltemos ao filme. He is not that into you... pois. A verdade é mesmo essa. Iludimo-nos e pensamos que ele não liga porque não pode, não nos leva a jantar porque não dá mesmo, não nos convida para ir com ele e com os amigos porque nós não "pertencemos", esquecemos a merda toda que nos fazem todos os dias porque a meio da noite nos liga e nos diz que gosta muito de nós e whatever. Quando as pessoas estão interessadas, estão interessadas e agem em conformidade. No games. Quer dizer... com alguns jogos, mas sem merdas.




Houve a certo momento, um diálogo fantástico. Qualquer coisa como:
Ela - I'm the exception... ?

Ele - You're my exception.

(ao som deste fantástico somewhere only we know dos keane....)




I walked across an empty land
I knew the pathway like the back of my hand
I felt the earth beneath my feet
Sat by the river and it made me complete
Oh simple thing where have you gone?
I'm getting old and I need something to rely on
So tell me when you're gonna let me in
I'm getting tired and I need somewhere to begin

I came across a fallen tree
I felt the branches of it looking at me?
Is this the place we used to love?
Is this the place that I've been dreaming of?

Oh simple thing where have you gone?
I'm getting old and I need something to rely on
So tell me when you're gonna let me in
I'm getting tired and I need somewhere to begin

So if you have a minute why don't we go
Talk about it somewhere only we know?
This could be the end of everything
So why don't we go
Somewhere only we know?

Oh simple thing where have you gone?
I'm getting old and I need something to rely on
So tell me when you're gonna let me in
I'm getting tired and I need somewhere to begin

So if you have a minute why don't we go
Talk about it somewhere only we know?
This could be the end of everything
So why don't we go
So why don't we go

This could be the end of everything
So why don't we go
Somewhere only we know?

19 comentários:

miak disse...

Vim deixar um olá... e um "até logo" no Duende Feliz.

Bj.

izzie disse...

Bem... estou a ver que a noite foi pródiga!
Muito bem! :)
E eu simplesmente adoro o título do filme! O filme pode não valer o dinheiro do bilhete ou o pacote XL, mas o título, mata-me! É tãaaaao americano xD
Agora... tu disseste tudo. Só me "enrraiva" o raio da mania dos happy endings como esse que referiste aí. Safe-se a música.
É que amigas, que vão passar por aqui e tal, às vezes nem quando se saiem com umas dessas eles conseguem... LOOOL

Já te disse que adoro a música? Lá tinhas tu que vir e "afagar" o meu ego british a esta hora da madrugada (enquanto ouço One headlight... olha a coincidência)

Beijo,

Jorge Rita disse...

ESTA MUSICA É FANTASTICA...
:)

Vera Angélico disse...

Há um episódio da season six (ou será five???), do Sexo e a Cidade, em que o tema gira precisamente à volta disso. A Miranda a achar que o respectivo não ligava, porque não tinha tempo, e o Berger diz-lhe isso "he's not that into you". Assim, como eu costumo dizer, à cara podre. E ela demora a digerir a informação, mas acaba por fazê-lo. Acaba até por tentar "espalhar a profecia" entre outras mulheres, que não a interpretam da forma correcta. Parece que para os homens é assim linear. Ou estão interessados, ou não. Bichos estranhos, os homens...

SaraCruz disse...

ahahah, melhor ida ao cinema :D
Aquela foto não é nada xP LOL

Lita disse...

Música excelente.

Manitas Del Plata disse...

Um som mto fixe!
Mas a culpa disto é da Coca Cola :)) loooool

Ianita disse...

Miak: Olá e até logo também para ti :) Kiss

Izzie: eu não disse que o filme era só happy endings :) o porreiro do filme é que gira em volta de muitas pessoas, muitas relações, e algumas delas resultam e outras, nem por isso. Há uma altura que a narradora até diz que o nosso happy ending pode estar em percebermos que estamos melhor sozinhas.

Valeu o dinheiro e o pacote XL porque eu ia com vontade daquilo mesmo. Uma noite descontraída e divertida com as minhas meninas :) Hoje já vou estar numa de Che :)

E sim, a música.... e no fim, tiveram quase que me arrancar de lá, porque o genérico passou ao som do Friday I'm in love :)

Ianita disse...

Jorge: é sim senhor :)

Vera: são mesmo bichos esquisitos os homens... podia alguém ter a brilhante ideia de fazer uns cursos pra gente perceber coisas simples como exactamente isto "he is not that into you" LOL

Mas, há um dos casos em que, de facto, ele não percebe que estava apaixonado. E embora a maioria de nós seja a regra, a verdade é que há muitas excepções por aí ;)

Kisses

Ianita disse...

Sara: o que as pessoas não sabem é que esta foi a última foto e a mais decente. A única que concordámos que podia ser publicada. :) E mereceu o comentário "o intervalo está a ser melhor que o filme" LOL

Lita: linda mesmo! :)

Manitas:explica-me isso como se eu fosse muito loura (sou, mas só um bocadinho), porque eu não entendi.... :/ Kisses

olgacruz disse...

Eu até era para fazer de conta que nem via isto!...

Mas quero deixar aqui bem claro que eu não concordei com nada disto! Esta foto não era para publicar!!!! Esta foto é a mais decente para vocês (Ana e Sara) porque EU fiquei altamente INDECENTE em todas!

loool
loool
loool

PS: Será que é da idade??!!!!?????

Ianita disse...

Olga: e vá lá que ninguém falou do bigode!!!!! :) LOL

Não sejas trenga! Estás muito bem conservada pra idade!!!!Eheheheh

Beijo!!
(e nada de veneno no meu jantar, hein?)

SaraCruz disse...

Ahahah xD a minha mãe é a melhor :P
eu bem que a tentava acompanhar a fazer fosquetas mas ja tava a chorar de tanto rir que quando começava a fazer a fosqueta só tiravas a foto bue depois ja nao apanhavas xD

Melhor noite :D

Ianita disse...

Sara: fosqueta é uma grande palavra :)

BEIJOS!

SaraCruz disse...

ahah uma bela palavra sim titi :D

lilipat2008 disse...

O filme deve ser porreiro...it's friday I'm in love...ehehhe

Adoro Keane, são uma das minhas bandas preferidas...e esta música é lindaaaaaaaaaaaaaaaaa

Obrigada :)

bjitos

Ianita disse...

Lilipat: é um filme divertido que cumpre esse propósito lindamente. Distraímo-nos, rimos um bocado... é muito bom ter serões assim :)

E a banda sonora é uma maravilha sim!

Kisses
(eu também adoro Keane e The Cure também)

Rice Man disse...

Não é o tipo de filme que normalmente me leva ao cinema. Tendo dito isto resta-me acrescentar que era capaz de ver só por causa da Drew Barrymore (Skeleton Key rocks!!!). :P

:DDD Adorei esse "No games."! Fez-me lembrar aquele filme do Mel Gibson em que ele consegue ler os pensamentos das mulheres. :)

A foto está linda! :D E vê-se que se divertiram muito... Até fiquei surpreendido por te lembrares de tanta coisa do filme! :D

Ianita disse...

Mr. Rice: de volta? e a ler tanta parvoíce? :)

A fase fotos foi no intervalo, por isso... :)

Há alturas em que nos apetece apenas e só passar um bom bocado e por isso, às vezes, vou ver filmes assim. Que acabam por encerrar alguma filosofia...

Kisses e sejas bem regressado